12 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Ação contra dengue em São José notifica donos de barcos e terrenos baldios

Fiscalização identificou acúmulo de água parada em locais sem manutenção

Donos de barcos, terrenos baldios e piscinas foram notificados pela Prefeitura de São José, na Grande Florianópolis, por deixá-los sem manutenção, o que cria um ambiente propício para a proliferação do mosquito da dengue. A medida foi tomada após uma ação intersetorial de combate ao Aedes aegypti no bairro Ponte de Baixo nessa quinta-feira (1º).

A fiscalização foi a primeira atividade do grupo formado pelas secretarias de Saúde, Infraestrutura, Assistência Social, Urbanismo e Segurança do município. A equipe decidiu fiscalizar o bairro Ponta de Baixo após receber denúncias no canal oficial da Ouvidoria da Saúde Municipal, sobre barcos que estavam acumulando água parada e terrenos sem manutenção. A Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos se encarregou de notificar os proprietários.

Os agentes de endemias da secretaria de Saúde fizeram as visitas às casas e detectaram que, em 80% dos casos, os moradores ainda deixam os vasos de plantas e pratos acumularem água. “Por mais que a Prefeitura faça a sua parte, a comunidade também precisa se conscientizar, tomando os cuidados necessários”, aponta a gerente de endemias, Sirleia da Silva.

 

Os agentes também orientaram a população a deixar nas calçadas materiais recicláveis que não tinham mais uso, para que o caminhão da Secretaria de Infraestrutura recolhesse. Até o fim da ação, foi possível encher uma caçamba. A Guarda Municipal e a Assistência Social ficaram responsáveis pela segurança da equipe e pelo atendimento às residências.

Denúncia

Caso o cidadão encontre um foco do mosquito da dengue, pode entrar em contato com a Ouvidoria da Saúde Municipal, pelo número 0800 645 9889. É importante que guarde o número do protocolo para acompanhar a resolução do caso.

 

Foto: PMJ/Divulgação