17 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Acusados de matar e esconder jovem em cemitério são presos na Serra

Crime teria sido cometido por membros de organização criminosa em São Joaquim, no início do ano

Três pessoas foram presas nesta terça-feira (6) suspeitos de assassinar e esconder o corpo de um jovem dentro de um túmulo em um cemitério na cidade de São Joaquim, na Serra catarinense. As prisões e oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil, na deflagração da Operação “Campo Santo”.

Os fatos tiveram início no começo deste ano, quando o desaparecimento do jovem foi registrado por familiares. No dia 9 de janeiro de 2024, a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Joaquim recebeu uma informação de que o jovem havia sido assassinado e o corpo teria sido jogado no cemitério em uma localidade a 30 minutos de distância do centro da cidade.

De acordo com a Polícia Civil, imediatamente os policiais se deslocaram até o cemitério e realizaram buscas no local. Em certo ponto próximo a um túmulo, os agentes notaram a vegetação amassada e, ao abrirem a lápide, encontraram o corpo da vítima.

 

A identidade dos autores do crime foi descoberta no decorrer das investigações. Ainda segundo a PC, todos eles pertencem a uma organização criminosa. Um dos três presos foi autuado também em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas, pois pois uma considerável quantidade de maconha e cocaína foi encontrada e apreendida durante as buscas em sua residência.

A Operação desta terça-feira contou com o apoio de aproximadamente 45 Policiais Civis das cidades de Campos Novos, Joaçaba, Lages, São Joaquim, São José e Urubici. Com as prisões, o crime de homicídio está praticamente elucidado. O Inquérito Policial será finalizado e encaminhado ao Poder Judiciário.

 

Foto: Polícia Civil/Divulgação