21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Advogado Marcelo Fett será o novo titular da Secretaria de Estado da Ciência,...

Mais um dia se passou sem que o governador eleito Jorginho Mello (PL) fizesse um novo anúncio impactante na escalação do Secretariado. Para não dizer nada, nomeou o advogado Marcelo Fett, para conduzir a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação. Tem importância, mas não é de grande relevância no contexto político. Obviamente, é um segmento que também precisa de um olhar atencioso, com bem disse o futuro governador. Apontou que a área da tecnologia é fundamental para combater a burocracia e facilitar a vida do cidadão, que hoje tem tudo na palma da mão, com o celular. Está coberto de razão a partir dessa premissa. No entanto, nada desconsidera a competência de Marcelo. Ele é ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de São José. Foi Diretor de Relações com Mercado de uma das maiores empresas de tecnologia do país e Diretor Administrativo da Rede Catarinense de Inovação – RECEPETI. Porém, o que virá a seguir terá de ter uma definição que possa servir de balança aos interesses da governabilidade. Não se descarta a hipótese das negociações avançarem pelo réveillon adentro. Na segunda-feira (01/01/23), além da posse do governador e vice, também ocorre a do secretariado. (Foto: divulgação / Assessoria Imprensa)

Olhar atento à Serra

Carmen Zanotto, a futura secretária de Estado da Saúde – Foto: Assessoria de Imprensa

A deputada Carmen Zanotto (Cidadania), reeleita para o terceiro mandato na Câmara dos Deputados, não vai esquentar a cadeira no parlamento. Ela já está empenhada na função de Secretária de Estado da Saúde, acompanhando de perto a fase final da transição junto à Pasta. Por outro lado, para não deixar completamente órfã a Serra Catarinense na representatividade política, pactuou com a suplente Geovânia de Sá (PSDB) para que assuma o papel. Dias atrás a deputada tucana esteve na região e afirmou que irá assumir a incumbência de atender também a Serra. Outro que parece ter percebido a lacuna deixada por Carmen na esfera federal é o deputado eleito Zé Trovão (PL). Na imprensa de Lages afirmou que estará perto da comunidade serrana. Imagino que outros também devam se propor ao mesmo objetivo da representatividade política na Serra Catarinense, agora, à deriva.