23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Alesc realiza 10ª edição do Fórum Catarinense de Doenças Raras

O deputado Dr. Vicente, que é médico neurologista, participará da mesa de abertura do evento / Foto: Solon Soares/Agência AL

Muito importante que a Assembleia Legislativa traga para o debate temas ligados à saúde dos catarinenses. Portanto, deve ser valorizada a 10ª edição do Fórum Catarinense de Doenças Raras, que acontece durante o dia, nesta quarta-feira (13), organizado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O evento também conta com o apoio do governo do Estado, da Associação Catarinense de Doenças Raras e demais entidades e empresas.  Cerca de 8,6 mil pessoas têm alguma doença rara em Santa Catarina. O evento é gratuito e tem como objetivo aumentar a conscientização e a compreensão sobre as doenças raras por meio de informação, acessibilidade e prevenção. A programação inclui palestras de médicos especialistas. O deputado Dr. Vicente, que é médico neurologista, Ele é autor da Lei Estadual 18.267/2021, que determina que laboratórios notifiquem as autoridades de saúde sobre os testes do pezinho que apresentem alguma alteração.

Deputada Paulinha à frente do Podemos

Deputada Paulinha (Podemos) / Foto: Bruno Collaço / Agência AL

O Podemos comemora. Paulinha terá a responsabilidade de comandar o Podemos em Santa Catarina, em substituição ao deputado estadual Camilo Martins. A liderança do partido teve o respaldo do coordenador nacional, Adriano Stefanni. A missão, no entanto, não será das mais fáceis, ou seja, dar visibilidade ao Podemos no Estado, fazê-lo crescer, arrebatar o maior número possível de municípios nas prefeituras e nas Câmaras de Vereadores, já neste pleito, e depois, pensar em como eleger nomes para a esfera federal na Câmara dos Deputados. Afinal, o fundo eleitoral deve também ter garantias, além de ser pensado o tempo a ser conquistado nos horários eleitorais gratuitos. A própria Paulinha já trabalha na candidatura à federal em 2026. Tem trabalhado para isso. Porém, como disse, a tarefa é das grandes, e terá de ampliar o projeto do Podemos daqui para frente. O Objetivo é tirar o estigma do Partido, em não ser mais um mero coadjuvante nos pleitos futuros. Resta também saber, qual a aliança a ser seguida pelo Partido, ou será terá fôlego para caminhar com as próprias pernas.

Juliana Pavan é pré-candidata em Balneário Camboriú

Juliana Pavan / Foto: divulgação / assessoria de imprensa

O protagonismo da família Pavan, em Balneário Camboriú poderá retornar, desde que o eleitor do município assim entenda, e eleja a filha de Leonel, Juliana Pavan, para a Prefeitura, no pleito de outubro. No início da semana, na segunda-feira (11), num grande evento, ela assinou a filiação ao Partido Social Democrático (PSD). Ela é atualmente vereadora de Balneário, eleita pelo PSDB, e agora aproveitou a janela de transferência e ganhou respaldo do PSD, com a notória possibilidade de ampliar as chances de uma eleição à Prefeitura, bem sucedida. Ao discursar, disse que está preparada e que tem pela frente o compromisso de desenvolver ainda mais o município de Balneário Camboriú, ao lado da população. Por outro lado, o PSD estadual tem comemorado a conquista de importantes nomes para as prefeituras no Estado, segundo palavras do presidente da executiva catarinense, Eron Giordani.