25 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Esportes Policial

Após pagar fiança, Daniel Alves deixa a prisão em Barcelona, na Espanha

Em decisão publicada na manhã da última quarta-feira (20), o tribunal aceitou que ele responda em liberdade enquanto aguarda a sentença definitiva

O ex-jogador Daniel Alves deixou a prisão Brians 2, em Barcelona, Espanha. Ele deixou o presídio ao lado de sua advogada na tarde desta segunda-feira (25). Sob forte protesto, o jogador saiu da unidade prisional pela porta da frente sem falar com a imprensa.

Daniel Alves pagou o valor de 1 milhão de euros, cerca de R$ 5,4 milhões na cotação atual, imposto pela Justiça da Espanha para ter liberdade provisória. Ele estava detido no local desde janeiro de 2023.

Em decisão publicada na manhã da última quarta-feira (20), a Justiça da Espanha aceitou que ele responda em liberdade enquanto aguarda a sentença definitiva.

 

Após a imprensa espanhola especular que o pai de Neymar pagaria a fiança de Daniel Alves, ele negou que ajudaria o ex-lateral da seleção. “Como é do conhecimento de todos, em um primeiro momento, ajudei Dani Alves, sem nenhum vínculo com qualquer processo. Neste segundo momento, em uma situação diferente da anterior, em que a justiça espanhola já decidiu pela condenação, estão especulando e tentando associar o meu nome e do meu filho a um assunto que hoje não nos compete mais”, disse.

“Espero que o Daniel encontre junto à sua própria família todas as respostas que ele procura. Para nós, para minha família, o assunto terminou. Agora ponto final!”, acrescentou.

Daniel Alves foi condenado em primeira instância a quatro anos e meio de prisão pelo crime de agressão sexual. A defesa do ex-jogador, no entanto, recorreu da sentença e, na sequência, pediu para que o brasileiro aguardasse a deliberação final em liberdade.

Advogada da vítima cita ‘justiça para ricos’ e vai recorrer

A advogada da vítima de Daniel Alves declarou na quarta-feira (20) que irá recorrer da decisão da Justiça espanhola, que concedeu liberdade provisória ao ex-jogador sob o pagamento de fiança de 1 milhão de euros, cerca de R$ 5,4 milhões na cotação atual.

“É um escândalo que o tenham deixado em liberdade, vamos recorrer”, declarou a advogada Ester García, que representa a vítima, em entrevista à rádio catalã RAC1.

Ela disse que ficou “surpresa e indignada” com a decisão da Justiça espanhola e considera um “escândalo” a liberdade provisória ao ex-jogador. “Está sendo feita justiça para os ricos”, completou.

 

Fonte: Band.com.br

Foto: Reprodução/REUTERS/Nacho Doce

Esportes

Policial

Policial

Esportes

Esportes

Policial