23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Esportes

Argentina trabalha para levar Fórmula 1 de volta ao país; saiba mais

Autódromo reformado recebeu edições do Grande Prêmio da Argentina entre 1953 e 1998

A recente explosão de popularidade da Fórmula 1 fez com que vários países demonstrassem interesse em receber corridas. Mas ao mesmo tempo em que mercados emergentes conquistam o espaço de pistas tradicionais, um palco bastante conhecido se mostra disposto a voltar a receber a categoria.

Trata-se do Autódromo Oscar y Juan Gálvez, em Buenos Aires. O local recebeu 20 edições do Grande Prêmio da Argentina entre 1953 e 1998, e trabalha para voltar a brigar por uma vaga no calendário da F1. O complexo reúne diversas pistas, o que oferece opções de traçados pré-estabelecidos – mais ou menos como um kartódromo. Ao todo, são 15 circuitos, sendo que quatro deles – 2, 6, 9 e 15 – já receberam a Fórmula 1.

O autódromo passa por reformas desde 2021, apresentando nesta quinta-feira (15) um asfalto recapeado. O local também ganhou ainda uma nova pavimentação nos acessos e nos boxes, além de adequação dos sistemas hidráulicos, entre outras novidades. Com o asfalto pronto, o local voltará a receber competições, o que deve acontecer a partir de agosto.

 

“Há anos que trabalhamos para que as instalações do Galvez estejam à altura das pessoas que o lotam a cada corrida”, disse o prefeito Horacio Rodríguez Larreta. “Hoje, temos terminada a repavimentação do Circuito 6 do autódromo, que tem mais de quatro quilômetros, e estamos incluindo obras para aumentar a segurança da pista. Também vamos incluir outras melhorias, como os acessos a boxes e um novo sistema de drenagem, para que a chuva não seja um problema”, acrescentou.

As obras geram empregos e criam potencial turístico, não apenas para eventos esportivos. Mas o objetivo para o futuro não poderia ser outro: voltar a receber a Fórmula 1. À imprensa que acompanhou o evento, Larreta não escondeu que espera ver a categoria novamente em Buenos Aires.

“A Fórmula 1 é o próximo passo”, disse o prefeito da capital argentina, segundo o site Motor1. “Sempre planejamos e avançamos passo a passo. Esta repavimentação era um passo muito importante, que já estamos concretizando. O próximo passo é a Fórmula 1, que é um sonho que está cada vez mais próximo.”

O GP da Argentina chegou a ser anunciado para a temporada 1999, mas acabou sacado no começo daquele ano. Desde então, um retorno vem sendo alvo de especulações. Nas mais recentes tentativas, o governo chegou a anunciar planos de circuitos em cidades como Mar del Plata e Zárate para hospedar provas a partir de 2013. No entanto, os contratos não foram levados adiante.

Para quando seriam os novos planos? A Prefeitura de Buenos Aires não entrou em detalhes. Mas para que avancem, há um primeiro obstáculo: a homologação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Os traçados que recebem a F1 precisam obter a classificação Grau 1 da entidade. Hoje, porém, a Argentina tem apenas dois autódromos de Grau 2: o Termas de Río Hondo e o Parque La Pedrera.

Fonte: Band
Foto: Juan Cruz Corrado e Pablo Aharonian/GCBA