21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Política

Arthur Lira promete instalação de três CPIs na Câmara

Deputados vão investigar invasões do MST, rombo da Americanas e manipulação em resultados de futebol;
no Congresso Nacional, expectativa é pela instalação da CPMI dos atos antidemocráticos

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que vai instalar ainda nesta semana três Comissões Parlamentares de Inquéritos. Em entrevista nesta segunda-feira (24), o deputado informou que as CPIs vão investigar a atuação do grupo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o rombo bilionário da Americanas e a manipulação de resultados em partidas de futebol.

Enquanto isso, no Congresso Nacional, a expectativa é pela instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Atos Antidemocráticos. A CPMI deve reunir 32 deputados e senadores para investigar os fatos do dia 8 de janeiro, quando extremistas invadiram às sedes dos Três Poderes em Brasília.

A leitura do requerimento protocolado pelo deputado federal André Fernandes (PL-CE) deve ser lido nesta quarta-feira (26) no plenário do Congresso pelo presidente do Senado, o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

 

Na Câmara, a CPI do MST pretende apurar as ações do grupo e a invasão nas sedes da Embrapa, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e em propriedades privadas. A instalação tem o apoio da bancada ruralista, uma das mais importantes da Casa.

As inconsistências bilionárias no balanço da Americanas também devem virar pauta dos deputados e serão analisados os dados da empresa e o possível conhecimento dos acionistas majoritários sobre o rombo.

Já a CPI da manipulação dos jogos de futebol foi protocolada após o Ministério Público de Goiás cumprir mandados de busca e apreensão em 16 estados contra uma quadrilha criminosa investigada por manipular o resultado dos jogos de olho nas apostas esportivas.

Segundo Lira, as CPIs não irão atrapalhar as demandas “comuns” de votação da Casa. Se instaladas, as investigações serão feitas em paralelo com a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos atos criminosos de 8 de janeiro.

Entre as prioridades da Câmara estão a votação de Medidas Provisórias, das novas regras fiscais e da reforma tributária.

Fonte: Band
Foto: Agência Brasil