26 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Bombeiro catarinense é único brasileiro em curso internacional contra armas químicas

Curso é organizado pela Organização Mundial para Proibição de Armas Químicas (OPAQ) e acontece no Equador

Entre os dias 20 e 24 de março, o major Marcelo Della Giustina da Silva representa o Brasil no Curso Básico de Armas Químicas e Substâncias Tóxicas Industriais, organizado pela Organização Mundial para Proibição de Armas Químicas (OPAQ). Ele é o único brasileiro participante do evento, que acontece na cidade de Guayaquil, no Equador e conta com representantes de 13 países da América Latina.

Marcelo é subcomandante do 10° Batalhão de Bombeiros Militar de Santa Catarina, localizado em São José, na Grande Florianópolis. Além disso, o major é membro da Coordenadoria de Emergências com Produtos Perigosos no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC).

O curso tem como objetivo capacitar os agentes para atendimentos envolvendo ataques com armas químicas ou emergências, bem como ocorrências com substâncias químicas, biológicas, radioativas e nucleares. Em reconhecimento pelo trabalho pela erradicação de armas químicas, a OPAQ (OPCW pela sigla em inglês) recebeu o prêmio Nobel da Paz em 2013.

 

“É uma honra e um prazer enorme representar o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina e o Brasil frente a OPAQ. Sem dúvidas uma grande oportunidade de aperfeiçoamento profissional, troca de conhecimentos com profissionais de outros países resultando em melhorias nos procedimentos do CBMSC”, afirma Marcelo.

Foto: CBMSC / Divulgação

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano