21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Economia

Brasil gera mais de 159 mil empregos formais em outubro

Dados do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgados nesta terça-feira (29) pelo Ministério do Trabalho e Previdência, afirmam que 159.454 pessoas que conseguiram uma vaga de emprego com carteira assinada no mês de outubro. Só no mês passado, a movimentação no mercado de trabalho chegou a 1.789.462 contratações e 1.630.008 demissões. Com isso, o chamado estoque de empregos formais no país atingiu a marca recorde de 42.998.607 de vagas ocupadas.

Entre os destaques do mês de outubro estão os setores de serviços, com a geração de 91.294 vagas formais, e de comércio, que apresentou um saldo positivo de 49.356 novos postos.

A indústria e a construção civil também seguiram crescendo, com mais 14.891 e 5.348 mil postos de trabalho gerados, respectivamente. Somente a agropecuária registrou saldo negativo, com o fechamento de 1.435 postos de trabalho formais em outubro.

 

A geração de empregos foi positiva em 26 estados, com excelente desempenho em São Paulo, que gerou 60.404 novos postos, seguido do Rio Grande do Sul, com mais 13.853 vagas, e do Paraná, com mais 10.525 postos. Do ponto de vista regional, o destaque foi a região Sudeste, com um crescimento de mais de 80.740 novos postos de trabalho.

No acumulado do ano, o saldo positivo na geração de emprego chega a 2.320.252 de vagas, decorrente de 19.445.198 admissões e 17.124.946 desligamentos. No período entre janeiro e outubro deste ano, o setor da construção civil foi o destaque, com um crescimento de mais de 12,5% no estoque de empregos formais, cerca de 288.517.

O saldo positivo no acumulado do ano também foi verificado nos serviços, com geração de 1.263.899 empregos, e na indústria, que chegou a 391.346 novas vagas. Se considerados os últimos 12 meses, o total de empregos gerados chega a 2.340.457 postos formais.

Os dados completos do Novo Caged podem ser acessados clicando aqui.