24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Carnaval tem folia, espetáculos na Passarela e multidão na rua em Florianópolis

Cerca de 20 mil pessoas presenciaram o Desfile na Nego Quirido, enquanto mais de 400 mil vibraram no Bloco dos Sujos

O final de semana de Carnaval teve agito de canto a canto na Ilha de Santa Catarina. Dez Escolas de Samba entraram na Passarela Nego Quirido a partir das 17h30 do sábado (10), até o amanhecer do domingo (11). Ao mesmo tempo, pelo menos 80 blocos de rua devem levar alegria a 15 bairros da Capital até esta terça-feira (13).

Na passarela do samba, apresentações das escolas Nação Guarani, seguida de Jardim das Palmeiras, Império Vermelho e Branco, Dascuia, Os Protegidos da Princesa, União da Ilha da Magia, Acadêmicos do Sul da Ilha, Consulado, Copa Lord e Unidos da Coloninha, encantaram um público de mais de 20 mil pessoas, com direito a participação especial da Camerata para fechar a noite e até uma chuvinha para refrescar.

Foto: Pedro Perez/PMF

 

As avaliações dos jurados sobre o espetáculo de cada Escola serão apuradas a partir das 15h desta segunda-feira (12) no Complexo Nego Quirido. Já o Desfile das Campeãs ocorre na noite desta terça-feira, às 19h. Ambos eventos são gratuitos.

Não muito longe do sambódromo, entre a Praça XV de Novembro e a Catedral Metropolitana de Florianópolis, o maior e mais tradicional bloco de rua de Santa Catarina fez o povo pular da tarde até a noite. A estimativa é que mais de 400 mil foliões tenham curtido a festa do Bloco dos Sujos, segundo a Prefeitura da Capital e a Polícia Militar de Santa Catarina.

Foto: Leonardo Sousa/PMF

Para preparar a cidade para mais um dia de folia no domingo, cerca de 400 trabalhadores de limpeza urbana, envolvendo a Companhia de Melhoramento da Capital (Comcap) e das secretarias de Limpeza e Manutenção Urbana e do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável se ocuparam da limpeza e coleta de resíduos das festas públicas.

De acordo com o gerente da Base Operacional Centro da Comcap, Alexsandro Andrade, o miolo central estava limpo e lavado antes das 5h. O aumento no número de latões para resíduos, que chegam a 700 este ano, facilitou o processo de limpeza.

A passarela e imediações foram finalizadas até por volta das 7h. “Quem gosta de Carnaval aproveitou tarde e noite, mas quem vai à missa ou ao trabalho pela manhã recebeu a cidade limpa e cheirosa. É para isso que trabalhamos”, disse o secretário municipal de Limpeza e Manutenção Urbana e presidente da Comcap, João da Luz.

 

Foto: Pedro Perez/PMF