15 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Ocorrência

Catarinense desaparecido no RS é encontrado sem vida

A vítima estava no Rio Grande do Sul para ser padrinho do casamento

O catarinense, Carlos Wolfart, de 41 anos, desapareceu há oito dias durante uma enxurrada em Sinimbu, no Rio Grande do Sul. O corpo foi localizado, na última quarta-feira (08), por bombeiros e com a ajuda de cães farejadores. A vítima estava no Rio Pardinho, a cerca de cinco quilômetros do local onde foi visto pela última vez.

Carlos é natural de Itapiranga, no Extremo Oeste catarinense, e foi para o Rio Grande do Sul para ser padrinho do casamento de um cunhado. Segundo familiares, Carlos Saiu do sítio onde estava, com a esposa e os dois filhos, para buscar uma rota de fuga na região. No caminho foi surpreendido por uma enxurrada e ficou ilhado em uma árvore.

A vítima chegou a fazer contato por celular com a esposa informando a situação. O cunhado conseguiu a ajuda de pessoas com motos aquáticas, mas o salvamento não foi possível, pois Carlos já tinha sido levado pela correnteza após ficar cerca de 10 horas ilhado.

Já a esposa, os dois filhos, a sogra e o sogro da vítima ficaram presos no sítio que pertence ao cunhado da vítima. Eles precisaram ser resgatados de helicóptero e retornaram para Santa Catarina com a ajuda da prefeitura de Itapiranga. Parentes e amigos lamentaram a morte nas redes sociais. Carlos foi sepultado em Itapiranga na manhã desta sexta-feira (10).

Carlos Wolfart, de 41 anos, era natural de Itapiranga, Extremo Oeste de SC. Imagens: Redes Sociais / Divulgação.