29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Cenipa conclui relatório sobre acidente aéreo que matou Marília Mendonça

Investigação será apresentada aos familiares das vítimas na segunda-feira (15)

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticas (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB) concluiu a investigação sobre o acidente aéreo que matou a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas em Caratinga, Minas Gerais, em 2021.

O resultado das investigações será apresentado aos familiares das vítimas na próxima segunda-feira (15) e disponibilizado ao público no site da FAB logo após a reunião com a família das vítimas.

Em nota à Band, o Cenipa afirmou que a decisão de mostrar o relatório para a família primeiro é em respeito aos familiares. Já a divulgação ao público ocorre como serviço à sociedade.

 

“O relatório final será disponibilizado no site do CENIPA, no menu “Relatórios Finais”, bem como no Painel SIPAER, como forma de promover o amplo acesso e transparência das informações investigadas por este Centro a toda sociedade”, explica o Cenipa.

Em cinco de novembro de 2021, Marília Mendonça e outras quatro pessoas morreram em um acidente de avião na região de Caratinga, Minas Gerais. O relatório da Polícia Civil de Minas Gerais, liberado quase um ano após o acidente fatal, suspeita de falha humana.

As investigações pontuam que as condições climáticas eram favoráveis e há a suspeita da sinalização da rede de energia da Cemig, companhia de Minas Gerias. A aeronave bateu na fiação antes de cair, mas segundo a polícia, a sinalização não era obrigatória, por estar fora da área de proteção do aeródromo.

O piloto teria desviado do padrão de pouso no aeródromo de Caratinga. Mas agora, o Cenipa pode indicar outras causas e até falha mecânica na aeronave.

Fonte: Band

Foto: Redes Sociais/Reprodução

Policial

Policial

Policial

Policial

Policial

Policial