3 de março de 2024
TV Barriga Verde
Saúde

Cepon é referência na radioterapia pediátrica na Grande Florianópolis

Referência no tratamento de pacientes adultos com câncer em Santa Catarina, o Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), da Secretaria de Estado da Saúde (SES), também é responsável por receber crianças para tratamento de radioterapia

O Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon) recebe crianças de 0 a 5 anos que precisam de sedação para fazer o procedimento, no tratamento de radioterapia. Por ano, cerca de 20 crianças passam pelo tratamento radiológico no hospital. O assunto ganhou destaque com o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, celebrado na quinta-feira (23).

“Apesar de sermos um hospital que atende majoritariamente adultos, também temos um olhar para as crianças. Somos referência para os pequenos pacientes que precisam de sedação para fazer o tratamento. A equipe sempre recebe a eles e às famílias com muito acolhimento”, afirma o diretor-geral do Cepom, Marcelo Zanchet.

A gerente técnica, Mary Anne Taves, explica que o Cepon é um dos hospitais do SUS que oferece assistência para esse tratamento. “As crianças recebem o tratamento de Radioterapia aqui no Cepon. No entanto, se precisarem de internação ou outros procedimentos, elas são encaminhadas de volta ao Hospital Joana de Gusmão, onde têm acesso à assistência e internação”.

De acordo com o chefe do Serviço de Radioterapia, Paulo Rodrigues, as crianças são encaminhadas pelo Sistema de Regulação (Sisreg), da Secretaria da Saúde, e recebidas pela equipe multidisciplinar do hospital antes de iniciar o tratamento. “Cada criança passa por uma análise personalizada realizada pela equipe multidisciplinar, incluindo um médico radio-oncologista, enfermeiros, dosimetristas e anestesiologistas. É realizado um estudo detalhado para determinar a dose de radiação e, se necessário, o tratamento é realizado com sedação, contando com a equipe de anestesiologia”, explica.

Após a conclusão do protocolo personalizado de radioterapia, as crianças passam por avaliações e, se apresentarem boa recuperação, são liberadas para retornar às suas casas. O Cepon busca oferecer um tratamento de qualidade e cuidadoso, visando o bem-estar e a recuperação plena das crianças que passam por esse processo.

Números do câncer infantil

O câncer infantil corresponde de 1% a 4% dos casos de câncer em geral. No Brasil, a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) é que ocorram cerca de 7.930 novos casos de câncer em crianças e jovens de 0 a 19 anos no triênio entre 2023 e 2025, sendo que aproximadamente 310 casos estimados somente em Florianópolis.

Foto: SES/Reprodução

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde