13 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Chuva de meteoros terá pico nesta semana e será visível no Brasil

Chuva de meteoros “Gemínidas” acontece todos os anos nesta época

Até 120 “estrelas cadentes” poderão ser observadas por hora durante o pico da chuva de meteoros Gemínidas que ocorre nesta semana. Segundo a agência espacial estadunidense Nasa, o fenômeno será visível em todo o mundo uma vez que a chuva terá duração de quase 24 horas.

A última chuva de meteoros deste ano acontece entre os dias 19 de novembro e 24 de dezembro, e terá pico na noite de quinta-feira (14), com previsão de início entre as 21h e 22h. O evento será observável a olho nu, basta buscar um local afastado da cidade e da poluição luminosa.

Após cerca de 30 minutos no escuro, olhos devem se adaptar e será possível ver meteoros. “Deite-se de costas com os pés voltados para o sul e olhe para cima, observando o máximo possível do céu. Seja paciente – o show vai durar do início da noite até o amanhecer, então você terá bastante tempo para dar uma olhada”, informa a Nasa.

 

Como esse fenômeno acontece?

Os meteoros Gemínidas são conhecidos pela sua quantidade e diversidade que podem ser observadas. As rochas mais velozes entram na atmosfera da Terra a uma velocidade de 260 mil km/h, e rasgam o céu como uma chuva de estrelas cadentes. O hemisfério Norte é mais favorável para observar o fenômeno, mas os habitantes do hemisfério Sul também terão boa visibilidade.

Este fenômeno acontece todos os anos, quase no mesmo horário, porque a Terra passa pela nuvem de detritos deixada pelo asteroide 3200 Phaethon durante sua passagem próxima do Sol. Quando isso acontece, alguns desses grãos de poeira acabam entrando em nossa atmosfera e são desintegrados antes mesmo de atingir o solo.

Os meteoros são chamados de Gemínidas porque o ponto de onde eles vão parecer sair é a estrela Castor da constelação de Gêmeos. Embora eles possam aparecer em qualquer parte do céu, olhar na direção dessa constelação aumenta as chances de vê-los.

 

Foto: Reprodução/X