23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Esportes

Copa do Mundo 2022: Discurso sobre diversidade marca a cerimônia de abertura

A cerimônia de abertura da Copa do Mundo 2022 foi neste domingo (20), antes da partida entre Qatar x Equador, pelo Grupo A, no estádio Al Bayt

O ator americano Morgan Freeman, o cantor sul-coreano Jeon Jung-kook, do BTS, e Ghanim Al Muftah, ativista que nasceu com Síndrome de Regressão Caudal, foram as celebridades que se apresentaram.

A cerimônia contou, também, com mais de 100 artistas com bastões de led, onde cantaram os “cantos da nação”. Os mascotes de outras Copas do Mundo que passaram foram homenageados. O Fuleco, mascote da Copa de 2014, relembrou a competição em solo brasileiro.

Outras referências a edições passadas de Mundiais foram as músicas. Durante a cerimônia quem acompanhou pôde ouvir “We Are One, “Waving’ Flag” e “Waka Waka”, músicas que foram marcas de outras Copas. Um holograma de última geração projetou o símbolo da Fifa no meio do estádio, ao final da apresentação.

 

O emir do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani, realizou um discurso na cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2022, onde exaltou a diversidade do evento, apesar das diversas polêmicas envolvendo o país.

“Recebemos a todos de braços abertos na Copa do Mundo Fifa Qatar 2022. Nós trabalhamos e fizemos os esforços para garantir o sucesso dessa edição da Copa. Nós investimos para o bem de toda a humanidade”, declarou al-Thani no início de sua fala.

Foto: Twitter/Choquei/Reprodução