20 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Dalai lama se desculpa após pedir que criança “beijasse” a língua dele

Conta oficial do líder budista no Twitter se justificou alegando provocação “inocente” e “brincalhona”

O dalai lama Tenzin Gyatso, o líder espiritual tibetano, desculpou-se após a repercussão de um vídeo em que mostra a tentativa de ele beijar uma criança durante uma cerimônia. A gravação que circula nas redes sociais gerou revolta.

Inicialmente, o menino abraça o dalai lama e lhe dá um beijo na bochecha. Em seguida, o líder espiritual aponta para os lábios e diz “acho que aqui também”, chegando a encostar sua boca na boca da criança. Não suficiente, ainda pede que o garoto “chupe sua língua”. Após a propagação do vídeo, uma onda de críticas surgiu nas redes sociais, acusando o monge de pedofilia.

No pedido de desculpas, a equipe que cuida das redes de dalai lama explicou que ele costuma provocar as pessoas que conhece, “de maneira inocente e brincalhona, mesmo em público e diante das câmeras”. As desculpas se estenderam para o garoto, família e “amigos m todo o mundo”.

 

Veja a nota divulgada por dalai lama

“Está circulando um videoclipe que mostra uma reunião recente em que um menino perguntou a Sua Santidade o Dalai Lama se ele poderia lhe dar um abraço. Sua Santidade deseja pedir desculpas ao menino e sua família, bem como a seus muitos amigos em todo o mundo, pela dor que suas palavras podem ter causado.

Sua Santidade costuma provocar as pessoas que conhece de maneira inocente e brincalhona, mesmo em público e diante das câmeras. Ele lamenta o incidente”.

Veja momento em que dalai lama tenta beijar garoto

O que é dalai lama?

Dalai lama trata-se de um título e não de um substantivo próprio, diferente do que muita gente pode achar. Assim como o papa é a mais alta autoridade católica, o líder espiritual asiático é visto como a principal personalidade do budismo tibetano, além de ser o chefe de Estado do Tibet, região autônoma da China.

Por se tratar de um título, tal como papa, presidente, rainha, etc., a grafia do termo deve iniciar com as duas letras minúsculas em contextos em que todos os cargos têm tal tratamento. Exemplo: “O papa encontrou-se com o dalai lama”.

Foto: Instagram / Reprodução

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano