19 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Deputado se antecipa e entrega anteprojeto das escolas cívico-militares ao governo

Há um esforço paralelo para dar ao Estado as condições de avançar no projeto de estadualização das escolas cívico-militares em Santa Catarina. O deputado estadual Lucas Neves (Podemos) foi quem levantou o problema, ainda em fevereiro, evidenciando a intenção do Governo Federal em terminar com o modelo de ensino no País. Primeiramente, Lucas tratou de visitar as escolas catarinenses que já adotam o sistema de ensino, buscando compreender sua funcionalidade e os impactos positivos nas comunidades. Além disso, ele esteve no Paraná, que é referência nesse formato estadualizado. Em seguida abordou a questão com o secretário de Estado da Educação, Aristides Cimadon e com o Comandante-Geral da Polícia Militar, Aurélio José Pelozato, buscando o apoio e o engajamento das instituições relacionadas. (Foto: Roberto Zacarias/Secom)

Anteprojeto entregue ao Governador

Nesta segunda-feira (24, o governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), recebeu em reunião o deputado Lucas Neves (Podemos) no Centro Administrativo, em Florianópolis. Durante a audiência, o parlamentar entregou o anteprojeto para estadualizar as Escolas Cívico-Militares. Jorginho enalteceu a atitude de jovem deputado, como sendo mais um aliado nessa luta pela manutenção do programa em Santa Catarina, e irá encaminhar o texto apresentado ao jurídico para análise. No Estado, nove escolas estão ligadas ao Governo, e outras 12 vinculadas a municípios.

Relembre a decisão do Governo Federal

O fim do Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares (Pecim) foi decidido em conjunto pelos ministérios da Educação e Defesa e comunicado aos secretários de Educação de todos os estados. Criado em 2019, o programa de escolas cívico-militares permite a transformação de escolas públicas para o modelo cívico-militar. O formato propõe que educadores civis fiquem responsáveis pela parte pedagógica, enquanto a gestão administrativa passava para os militares. Atualmente, o modelo atende cerca de 5 mil alunos no país.

Novas ambulâncias: problema amenizado com frota renovada

Foto: Eduardo Valente / Secom

Não se trata apenas de um ato político. A renovação da frota das ambulâncias resolve um problema sério que as unidades emergenciais vinham enfrentando em Santa Catarina. Há ainda a necessidade de mais veículos. No entanto, supre em grande parte o serviço de atendimento de emergências, com as 21 ambulâncias entregues nesta segunda-feira (24). A compra foi favorecida por recursos próprios do Estado, da Bancada Catarinense e parte também teve origem do Ministério Público. Um investimento em boa hora. Com certeza, haverá mais qualidade e eficiência aos atendimentos essenciais, garantindo também, agilidade. O equipamento veicular obedeceu a uma distribuição estratégica, nas mais diversas regiões do Estado. Dessas 21 ambulâncias, 12 serão destinadas à frota do SAMU, e outras nove reforçam o Suporte Básico (USB), contemplando o serviço avançado, com transporte de pacientes entre unidades hospitalares de forma mais segura. Há, inclusive, ambulância adaptada, para pacientes obesos. Por fim, está ampliada a capacidade de resposta nas situações emergenciais.

Jair Bolsonaro e Michelle em Santa Catarina

Foto: Carolina Antunes/PR

Confirmada a presença do ex-presidente Jair Bolsonaro e a esposa dele, Michelle, em Santa Catarina, na próxima sexta-feira (29). Primeiramente estava sendo anunciada apenas a vinda da ex-primeira-dama para uma grande reunião com as mulheres do Partido Liberal (PL), seguindo a mesma agenda que tem feito ao percorrer outras regiões do Brasil. A reunião, no Estado, será no sábado, a partir das 10 horas, no Stage Musik Park (Jurerê), em Florianópolis. Ao chegar, na sexta, na agenda, um jantar na Casa D´Agronômica, com o governador Jorginho Mello (PL). Outros encontros deverão também ocorrer, reunindo deputados estaduais e federais, além de prefeitos e vereadores. Santa Catarina conta com expressivo número de conservadores. A ideia é expandir um projeto e conquistar o máximo de municípios no pleito que se avizinha, e ainda manter a força para 2026, nas eleições presidenciais. A intenção é conquistar perto de 100 prefeituras.

Nova tributação

A sede por arrecadar é insaciável. O alvo agora são as apostas esportivas online. Uma Medida Provisória (MP) elaborada pelo governo federal para tributar tais apostas esportivas será enviada ao Congresso Nacional em breve. O texto já foi construído e agora está na Casa Civil em fase de análise técnica para ser liberado e assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Com a regulamentação das apostas, o governo prevê arrecadar R$ 2 bilhões em 2024;

Disse tudo

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas discorda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a respeito dos efeitos das novas regras de limitação do acesso às armas. Segundo ele, nunca se dificultou a compra de armas para criminosos. As facções estão armadas até os dentes e nunca tiveram problemas. “A arma na mão do cidadão é uma questão do exercício de liberdade”, afirmou.