21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Deputados pedem punição por falsa acusação de apologia ao Nazismo em SC

Não passou em branco na Assembleia Legislativa a falsa acusação de apologia nazista em manifesto ocorrido em São Miguel do Oeste, de parte de segmentos da imprensa e lideranças políticas, a partir de denúncias. Os deputados Kennedy Nunes (PTB) e Maurício Eskudlark (PL) foram à tribuna da Assembleia Legislativa de Santa Catarina na manhã desta quinta-feira (3) para cobrar a responsabilização das pessoas e veículos de comunicação que provocaram tais denúncias. O gesto apenas representava um sinal de respeito aos símbolos nacionais brasileiros, algo comum em escolas e unidades militares nas cerimônias de juramento à bandeira. Fato que foi esclarecido pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas – Gaeco, do Ministério Público de Santa Catarina. Os deputados exigem punição aos autores da denúncia inverídica, e citam nominalmente os que emitiram a falsa notícia. (Foto: Bruno Collaço / Agência AL)

Nova bancada do Podemos na Alesc alinha futuro

Foto: Valquíria Guimarães

É mais ou menos isso. Na tarde desta última quinta-feira (3), a deputada Paulinha recebeu no gabinete dela na Alesc, a visita dos deputados eleitos de partido, o atual presidente Camilo Martins, e o ex-vereador de Lages, Lucas Neves. O trio forma o time do Podemos na próxima legislatura, que será empossada em 01 de fevereiro de 2023. Uma conversa prévia, oportuna, e que define diretrizes de trabalho, de maneira que a sintonia comece cedo entre os três parlamentares. Lembro que a deputada Paulinha reeleita agora para o segundo mandato, liderou a maior votação do Podemos no Estado nesse pleito, atingindo o recorde de mais de 58 mil votos. E, foi em razão da expressiva votação da parlamentar, que conseguiu reforçar a legenda, passando de duas para três cadeiras.

Congresso conservador

Muito se comenta que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não terá vida fácil nos próximos quatro anos devido à composição conservadora no Congresso. Será? Coloco aqui um pingo de dúvida. Aliás, uma enxurrada de dúvidas. No governo petista passado a coisa estava até parecida, mas, algo maior convenceu os deputados que passaram a ter uma linha bem próxima dos interesses do Presidente. Quem pode afirmar que o filme não vai ser repetir? O jeito é esperar para ver, e torcer para que minhas dúvidas não se concretizem.

Agência AL completa 10 anos

Registro da gravação do Edição Extra / Foto: Agência AL

Meus cumprimentos à toda a equipe que compõe o site da Agência AL, a Agência de Notícias da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Na última terça-feira (1) completou 10 anos de atividades no ar. A Agência, lançada 1º de novembro de 2012, surgiu com o propósito de unificar toda a produção jornalística dos veículos da Diretoria de Comunicação Social da Alesc. Nesta sexta-feira (4), participo do programa Edição Extra, mais uma vez. Ocasião em que tive oportunidade de comentar sobre o assunto, ao lado dos colegas Fábio Gadotti, do ND+, e Richard Ritter, do Portal Hora Política. O programa inédito vai ao ar às 18 horas, na TV AL.