21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Dia Mundial da Prevenção do afogamento: confira as orientações do CBMSC

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou, em 2021, o dia 25 de julho como uma data para lembrar aos cidadãos de que a prevenção é a melhor solução para os casos de afogamento

Nesta terça-feira (25) em todo o Brasil, monumentos estarão iluminados com a cor azul para simbolizar o dia mundial da prevenção do afogamento, Santa Catarina também participará da ação, lembrando da importância desta data.

A Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa) instituiu o movimento “Go Blue” para alertar acerca das estatísticas: 16 brasileiros morrem afogados diariamente. No mundo as principais vítimas são crianças, entre 01 e 04 anos, seguidas por crianças de 05 a 09 anos.

Em Santa Catarina os dados da última operação veraneio revelam que durante a temporada as principais vítimas são homens, maiores de idade. Os incidentes em meios aquáticos podem ser evitados, principalmente com as medidas de prevenção e cuidados dos banhistas, bem como com a disseminação de informações sobre a segurança aquática.

Ambiente doméstico

  • Mantenha portas de áreas de serviço e banheiros fechadas;
  • guarde recipientes como baldes e bacias de cabeça para baixo;
  • mantenha cisternas, tonéis, poços e outros reservatórios domésticos sempre trancados;
  • nas piscinas sempre tenha uma barreira física, para evitar o acesso de crianças;
  • as crianças só devem estar na área de piscina ou dentro dela se houver um adulto supervisionando.

Mais cuidados para evitar os afogamentos:

  • não tente salvar pessoas vítimas de afogamento sem estar habilitado. Neste caso, lance algum objeto que a ajude a vítima a flutuar e acione guarda-vidas ou a emergência pelo telefone 193;
  • crianças exigem cuidado redobrado. Não as perca de vista;
  • se você ingeriu bebida alcoólica ou fez uma refeição recentemente, NÃO entre na água, aproveite a faixa de areia;
  • não ande nos costões, você pode escorregar e cair no mar;
  • se for em um clube, hotel ou pousada, se possível procure locais com a prevenção de guarda-vidas;
  • tenha um telefone carregado e verifique se a área possui sinal, para utilização em casos de emergência;
  • não sabe nadar? Use coletes salva vidas – nunca boias – nem mesmo em crianças, já que dão a falsa sensação de segurança;
  • se você for entrar na água tenha alguém observando, já que por mais que saiba nadar você pode ser acometido de um mal estar ou mal súbito, podendo tornar-se uma vítima;
  • nunca mergulhe de cabeça, pois pode causar mortes ou paralisia;
  • materiais flutuantes devem ficar sempre à mão, para o caso de necessidade;
  • nas piscinas também recomenda-se um ralo anti-aprisionamento, pois evita que crianças e adultos fiquem presos pelos cabelos e membros;
  • não superestime sua capacidade de nadar. Avalie as consequências de um possível incidente;
  • prefira banhar-se em locais rasos e sem correnteza;
  • sempre avise o local que está indo para um parente e a hora programada para retorno;
  • adultos também podem usar coletes salva-vidas;
  • sempre acate as orientações dos guarda-vidas e atente-se às sinalizações.

CBMSC Cidadão

Algumas praias catarinenses mantém o serviço de guarda-vidas ativo o ano todo. Confira no aplicativo CBMSC Cidadão, disponível para as plataformas Android e IOS, quais são os postos ativos mais próximos e banhe-se em locais seguros.

Foto: CBMS/Reprodução