20 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Dia Mundial da Reciclagem: 800 mil catadores no Brasil transformam resíduos em recursos

Por: Juliana Bartholomey

Associação catarinense de recicladores acolhe trabalhadores afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul

Nesta sexta-feira (17), é comemorado o Dia Mundial da Reciclagem, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a Cultura (Unesco), com o objetivo de promover a conscientização sobre a importância do descarte correto dos itens consumidos. No Brasil, estima-se que 90% do lixo reciclável seja coletado por recicladores, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Essa questão traz uma reflexão sobre a importância da classe trabalhadora, sendo que a reciclagem conta com aproximadamente 800 mil catadores de materiais recicláveis no país segundo o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis. Contudo, apesar da importância, esses profissionais ainda enfrentam preconceito e estigmatização social.

 

A Presidente da Associação Comunitária Aparecida de Reciclagem de Lixo (ACARELI), Aparecida Maria da Silva, ressalta o preconceito enfrentado pelos catadores “Muita gente acha que quem cata na rua é algum desordeiro, algum bandido, uma pessoa ruim, mas não é, são pessoas de bem, sem oportunidades de um serviço melhor” afirma Aparecida.

A ACARELI é composta majoritariamente por mulheres, sendo 10 mulheres e 4 homens e a associação recicla cerca de 75 toneladas de resíduos por mês. Localizada em São José, a instituição não apenas lida com a reciclagem tradicional, mas também busca soluções alternativas para os descartes, como a produção de sabão feita com óleo de cozinha e outros artesanatos com materiais recicláveis.

Recentemente, a ACARELI também estendeu solidariedade ao estado vizinho, acolhendo pessoas de Porto Alegre que buscaram refúgio em Santa Catarina após serem afetadas pelas enchentes que impactaram o Rio Grande do Sul.