12 de abril de 2024
TV Barriga Verde
Cotidiano

Dia Nacional da Árvore: Florianópolis realiza o plantio de garapuvus

Nesta quarta-feira (21) é celebrado o Dia Nacional da Árvore, e para comemorar, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Floram), realizaram o plantio de 11 mudas, incluindo a garapuvus, árvore símbolo de Florianópolis, na Costa da Lagoa.

A ação faz parte do projeto municipal Plantando Primaveras, e contou com a participação de alunos da EBM Costa da Lagoa e do prefeito, Topázio Neto. O garapuvu floresce nos meses de outubro, novembro e dezembro e pode chegar a 30 metros de altura. É uma das espécies nativas de mais rápido crescimento e que produz anualmente abundantes frutos e sementes, crescendo preferencialmente nas matas abertas.

Entre as mudas plantadas – grumixamas, pitangas, gabirobas e outras – os garapuvus se destacam pelas características da espécie. Tem o crescimento mais rápido entre as árvores nativas brasileiras, resistência à insolação e papel importante para a colocação de nitrogênio no solo. A espécie produz flores de coloração amarelada e prefere locais úmidos.

 

“O plantio de hoje convida a comunidade a se aproximar das questões ambientais, do cuidado. Essas mudas, plantadas no interior da maior unidade de conservação do município, o Refúgio da Vida Silvestre Municipal Meiembipe, colaboram para gerar uma mudança de consciência coletiva sobre as árvores”, afirma a superintendente da Floram, Beatriz Kowalski.

A espécie tem diferentes nomes no Brasil, mas se tornou patrimônio cultural da capital de Santa Catarina pelas flores amarelas. Utilizada, no passado, na fabricação de canoas, a espécie foi tombada como símbolo da cidade pela Lei nº 3.771 de 25 de maio de 1992, com isso o corte foi proibido.

A data nacional tem como objetivo principal a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso e é diferente em outras partes do mundo. No Brasil, ela foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

 

Foto: PMF/Reprodução

 

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano