24 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Dirigente da Fesporte ofende deputado durante audiência na ALESC

Paulão teria ofendido o presidente da Comissão de Esportes e Lazer da Assembleia Legislativa, o deputado Fernando Krelling. A Alesc emitiu nota de repúdio / (Foto: Vicente Schmitt / Agência AL)

A política também está envolvida no esporte. Pois, são a partir de decisões de pessoas chaves, indicados politicamente, é que norteiam as ações, também no segmento. Eu, já fui setorista esportivo na minha vida profissional, e não por acaso cobri diversas edições dos Jogos Abertos. Testemunhei também desistências de municípios por diversas razões, e sempre se encontrou uma saída. Afinal, a decisão de não mais realizar os JASC, previsto para Rio do Sul, impacta diretamente toda a comunidade esportiva de Santa Catarina que se preparou para este momento. Sempre creditei aos Jogos Abertos fazem parte de um evento único no Brasil, em que a diversidade esportiva se revela através do talento de muitos dos atletas. E mais, a questão não envolve apenas a suspensão dos Jogos Abertos de 2023, mas todo o calendário esportivo da Fesporte.

Postura negativa do presidente da Fesporte

Foto: Vicente Schmitt / Agência AL,

Não vou entrar aqui diretamente no mérito da questão. Porém, o que houve na Assembleia Legislativa, em que um fato foi exposto abertamente pela Casa, vai precisar de mais esclarecimentos. Conheci o Paulão nos tempos em que era jogador de vôlei, e não consigo entender o comportamento dele, após os apontamentos feitos durante a audiência pública, na quarta-feira (29, feitos pelo presidente da Comissão de Esportes e Lazer da Assembleia Legislativa, o deputado Fernando Krelling (MDB). Fato é que o dirigente deveria ter se contido, por mais que tivesse se sentido ameaçado, constrangido ou até mesmo provocado. Caberia unicamente a ele responder aos questionamentos e esclarecer a tomada de decisões quanto ao calendário esportivo de Santa Catarina, especialmente, sobre os JASC.

Caso ganhou corpo

Deputado Fernado Krelling / Foto: Vicente Schmitt / Agência AL

Infelizmente não se trata de um fato corriqueiro. Houve ameaça de agressão física, sem contar a verbal com palavras de baixo calão, dentro da própria Assembleia Legislativa. Os demais colegas do Fernando Krelling usaram a tribuna para manifestar solidariedade a deputado. De certa forma, o presidente da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte), Paulo André Jukoski da Silva, o Paulão acabou prejudicando a própria reputação. O efeito reverso de tudo isso poderá resultar até mesmo na exoneração do dirigente da Fesporte, aliás, já pedida pelo deputado Krelling e por outros parlamentares. O assunto está hoje sendo avaliado internamente, com o objetivo de pacificar os ânimos, ou que seja, a tomada de uma atitude mais radical por parte do governador Jorginho Mello. Enfim, uma lamentável a ocorrência!

Nota de Repúdio da Alesc

A Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina vem a público manifestar repúdio à conduta intempestiva e desequilibrada do presidente da Fesporte, que em audiência pública promovida pela Comissão de Esporte e Lazer, na noite de quarta-feira (29), debateu o cancelamento do calendário esportivo estadual. Na oportunidade, após encerrado o evento, o presidente da Comissão, Deputado Fernando Krelling, foi provocado e insultado, numa clara agressão ao Parlamento Estadual. O ato agressivo e desrespeitoso fere o espaço democrático do ambiente da Casa Legislativa e vem de encontro à proposta do amplo debate de uma audiência pública cuja finalidade era promover ações e políticas em favor do esporte, direcionadas ao estímulo para formação e o desenvolvimento dos jovens atletas de Santa Catarina.