13 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Ocorrência

Empresa responsável pelo derramamento de ácido sulfônico é autuada pelo IMA

Transportadora terá de monitorar e restaurar recursos naturais impactados por acidente na Serra Dona Francisca em Joinville

A empresa responsável pelo derramamento de ácido sulfônico no Rio Cubatão em Joinville após um acidente com um de seus caminhões que transportava a carga na Serra Dona Francisca foi autuada pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) na tarde desta sexta-feira (2). A empresa InLog tem um prazo de dois dias para responder à notificação do o Auto de Infração Ambiental (AIA) e 20 dias para apresentar uma defesa.

Com o AIA, o IMA notifica que a empresa inicie amplo monitoramento da fauna e dos recursos hídricos impactados pelo produto, para que se constatado prejuízos ao meio ambiente, ela possa prover a restauração ambiental; reintrodução de fauna e remediação de área contaminada, se houver.

O IMA informa que técnicos do órgão seguem auxiliando no trabalho de limpeza, que é executado por profissionais de uma empresa especializada em emergência ambiental contratada pela InLog. A força-tarefa consiste no resgate de cerca de 20 tonéis que estão em local de difícil acesso.

 

O IMA reforça que alguns picos de vazamento ainda podem ocorrer na área, portanto, a orientação é que até a finalização do trabalho e dos estudos de impacto ambiental, a população evite o contato direto com a água e a vegetação que encontram-se nos arredores do local onde ocorreu o acidente.

Em relação à qualidade da água captada para consumo humano, a Companhia de Águas de Joinville – ETA/Cubatão, que faz a captação e o monitoramento da qualidade da água, com análises a cada 30 minutos, já informou que o abastecimento de água foi normalizado, o uso da água tratada é seguro, e que continuará fazendo o acompanhamento até que todo o material que caiu do caminhão seja retirado da área.

Acidente em Joinville

A população de Joinville, no Norte de Santa Catarina, foi surpreendida quando um caminhão carregado com ácido sulfônico colidiu contra um barranco no KM 14 da SC-418, na Serra Dona Francisca e o produto acabou vazando até o Rio Cubatão. As águas ficaram cobertas de uma espuma branca e densa, que chegou tomar parte da rodovia na última segunda-feira (29).

Na indústria química, o ácido é utilizado como matéria ativa na elaboração de detergentes, xampus e cremes dentais. O alto potencial como componente espumante pôde ser visualizado pela produção de uma grande quantidade de espuma com alta densidade no leito do rio.

O acidente causou a interrupção da captação de água no Rio Cubatão, responsável pelo abastecimento de 75% da população de Joinville, que ficou cerca de três dias sem água potável nas torneiras.

 

Foto: Divulgação/IMA