29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Esportes

Entenda por que McGregor é o maior sucesso do UFC nos últimos anos

Alto nível nas lutas, provocações e polêmicas fizeram o irlandês ter grande destaque no octógono e fora dele

Conor McGregor será um dos treinadores do novo The Ultimate Fighter 31, reality show do UFC que será transmitido na Band neste sábado (3), às 2h25. Ele vai duelar com Michael Chandler durante toda temporada, mas certamente terá o maior destaque do programa.

Afinal McGregor é o maior astro do MMA nos últimos anos – levando em conta não só as lutas, mas também tudo que acontece fora do octógono.

Entenda 5 motivos para esse sucesso:

1. É um lutador de alto nível

McGregor não conseguiria tanto sucesso se fosse um lutador qualquer. De fato ele atingiu grandes resultados no UFC: Foi campeão entre os pesos penas e leves simultaneamente. Derrotou grandes adversários, inclusive o brasileiro José Aldo, de forma impressionante, em 13 segundos. Também sofreu algumas derrotas duras, como no duelo contra Khabib Nurmagomedov.

McGregor sempre foi um lutador de boxe invejável, mas mostrou fraquezas no wrestling, ou seja, é derrubado com relativa facilidade. Entre pontos fortes e fracos, ele ficou com um cartel de 22 vitórias e 6 derrotas no MMA até agora. Alto nível.

Levando em conta apenas o desempenho dentro do octógono, McGregor não é o melhor lutador do UFC nos últimos tempos. Mas está entre os principais, com merecimento.

2. Provocações

Antes das lutas, McGregor se destaca comos poucos. Com um microfone na mão, ele sabe fazer o chamado “dirty talk”, ou seja, solta declarações polêmicas que repercutem demais. Em alguns casos ele até exagerava. Mas é tudo que a organização do UFC gosta.

Vale destacar que nenhum grande lutador do UFC sabia fazer essas provocações como McGregor. Quem chegou mais perto foi Chael Sonnen, mas ele nunca teve o mesmo desempenho que o irlandês no octógono.

3. Polêmicas

Além das provocações contra adversários, Conor também se envolveu em polêmicas que não tinham relações com lutas. Ele já foi acusado de racismo e intolerância religiosa; já pegou e quebrou o celular de um fã; já agrediu um idoso em um bar na Irlanda; e já foi acusado de assédio sexual e lesão corporal.

Claro que o UFC não gosta de tantas polêmicas com um grande astro. Mas é inegável que isso chama atenção e aumenta ainda mais a atenção para as lutas.

4. Dinheiro

Com alto nível de luta, polêmicas e provocação, é claro que os eventos com McGregor atingem níveis elevados de audiência. E isso aumenta o dinheiro arrecadado pelo UFC. Ele já acumulou três recordes financeiros no UFC: Maior venda de ingressos, bilheteria e pay per view.

McGregor conseguiu muita audiência até quando não lutou pelo cinturão. Por exemplo: Ele criou forte rivalidade com Nate Diaz, outro lutador provocador, e fez duas lutas. Não valia título, mas a audiência foi maior do que muitos eventos de cinturão.

5. McGregor é europeu

Ter um lutador irlandês de alto nível foi fundamental para o UFC crescer fora dos Estados Unidos. Há cerca de dez anos a organização era dominada por americanos e brasileiros. Mas a chegada de McGregor permitiu que mais países se interessasem pelas lutas.

Atualmente a realidade mudou bastante. O UFC já chegou com força na Europa, principalmente no leste, com lutadores russos de alto nível. E a organização já é forte até na Ásia, com lutadores japoneses e chineses nos topos de alguns rankings. Agora o UFC se organiza para chegar com mais força na África – e já tem atletas do continente africano fazendo sucesso.

Momento atual

McGregor costumava entrar no octógono com frequência, mas passou por um período de “sumiço” – desde 2018 ele fez apenas três combates. Não luta desde 2021. Agora ele fará a luta contra Chandler, com uma rivalidade que deve crescer durante o The Ultimate Fighter. O chefão do UFC, Dana White, já avisou que pretende fazer esse evento em alguma arena de grande porte.

Fonte: Band

Foto: Twitter/Reprodução

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes