27 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Esportes

Felipe Massa pode pedir na Justiça o título da F1 de 2008? Entenda

Nos últimos dias, Bernie Ecclestone, ex-chefão da F1 naquela época, reviveu a polêmica

O brasileiro Felipe Massa, vice-campeão mundial da Fórmula 1 em 2008, estuda medidas legais após perder o título daquela temporada para Lewis Hamilton, à época piloto da MacLaren.

Em entrevista ao “Motorsport.com”, Massa disse que pode ir atrás de “justiça” depois do que afirmou recentemente Bernie Ecclestone, chefão da F1 à época, a respeito do GP de Singapura daquele ano.

No início de março, Ecclestone revelou que já sabia do escândalo Crashgate, em Singapura, ainda em 2008, mas que decidiu não expor a informação, e que considera o brasileiro como o legítimo campeão mundial.

 

“Eu pretendo estudar a situação. O resultado, os estudos do que dizem as leis, as regras… A gente tem que ter uma ideia do que é possível fazer. Como eu disse, eu não tenho interesse financeiro nisso. Vou processar a FIA para ganhar dinheiro em cima, mas sem mudar o resultado? Isso não me interessa. O que me interessa apenas é a justiça correta dessa situação”, disse o brasileiro.

Na ocasião, a F1 viveu um escândalo de manipulação de resultado no GP de Singapura. O brasileiro Nelsinho Piquet bateu propositalmente com a Renault a fim de beneficiar o companheiro de equipe Fernando Alonso, que venceu a corrida e não tinha relação com a disputa de título. Massa foi um dos grandes prejudicados, já que partiu da pole-position e liderava até o acidente de Nelsinho. Aos ordens foram dadas pelo chefe Flavio Briatore e pelo engenheiro Pat Symonds.

“Eu não sei se é possível dividir um título. Se foi comprovado que aquela corrida foi roubada, ela tem que ser cancelada, essa é a justiça. É muito difícil dizer ‘ah, coitadinho’. Não existe ‘coitadinho’ no mundo, a situação é clara”, finalizou ao Motorsport.

Foto: Twitter/Reprodução

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes

Esportes