23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Florianópolis já disponibilizou 23 mil autotestes para HIV; saiba como solicitar

Testes podem ser solicitados gratuitamente e com anonimato garantido

Em casa, no armário digital ou no Centro de Saúde: imagine ter acesso ao autoteste para HIV onde achar melhor. Em Florianópolis, essa possibilidade já resultou em 23.753 autotestes distribuídos pela Prefeitura, em parceira com o projeto A Hora é Agora (AHA) nos últimos três anos. A iniciativa, juntamente com o amplo acesso às modalidades de prevenção e ao tratamento adequado e imediato após diagnóstico, tem desacelerado as novas infecções de HIV no município.

A distribuição do produto facilita o acesso da população à testagem de forma gratuita, confiável e sigilosa, tudo pelo SUS. Além de desacelerar as infecções, a iniciativa tem como objetivo ampliar o número de testes e, consequentemente, o tratamento imediato para o HIV.

“Quanto antes a pessoa souber que tem o vírus e iniciar o tratamento, menores ou mesmo nulas são as chances de adoecer pelo HIV. Hoje temos tratamentos cada vez mais simples, eficazes e com poucos ou nenhum efeito colateral”, explica o médico de família e comunidade e coordenador do projeto Pare o HIV Floripa da Secretaria Municipal de Saúde, Ronaldo Zonta. “Uma pessoa que trata corretamente o HIV consegue praticamente zerar o vírus no sangue, o que chamamos de ‘indetectável’. Estando indetectável, tem zero chances de transmitir o HIV para outras pessoas”, conclui.

 

Solicite gratuitamente o autoteste

Para solicitar o autoteste de HIV pelos correios ou retirar no armário digital, basta acessar o site do A Hora é Agora, realizar o cadastro e escolher uma das duas opções de recebimento disponíveis:

  1. Receber em qualquer lugar, com a entrega sendo feita pelos correios, em caixa discreta, no endereço informado;
  2. Retirar, usando um código secreto, no armário digital localizado no Terminal Rodoviário Rita Maria.

Também é possível retirar o autoteste na farmácia de uma das Policlínicas ou de qualquer Centro de Saúde, além de marcar dia e hora para fazer a testagem presencial.

“É importante destacar que toda pessoa que tem relações sexuais, mesmo estando em um relacionamento fixo, deve realizar o teste de HIV pelo menos a cada 6 a 12 meses. O teste é indicado com maior frequência para quem tem nova ou múltiplas parcerias sexuais, ou faz uso irregular de preservativos”, acrescenta Zonta.

 

Formas de prevenção

Ronaldo Zonta ainda destaca que existem diversas formas de prevenir a infecção pelo HIV. “Temos preservativos, a PEP (medicamento que pode ser usado se uma pessoa teve uma relação desprotegida) e a PrEP (pílula para prevenir o HIV). Todos os recursos estão disponíveis no SUS. O principal problema hoje em relação ao HIV é o preconceito, o estigma e a desinformação”, conclui o médico de família e comunidade e coordenador do projeto Pare o HIV Floripa.

Caso o resultado do autoteste seja positivo, é necessário realizar um exame confirmatório no serviço de saúde. É possível agendar o exame em um dos Centros de Testagem e Resposta Rápida (CTRr), que funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Para agendar acesse o site do CTRr ou entre em contato por WhatsApp:

CTRr da POLICLÍNICA CENTRO – (48) 99111-7102 / 99121-5517
CTRr da POLICLÍNICA CONTINENTE – (48) 99959-3242
CTRr do CENTRO DE SAÚDE DE SANTO ANTÔNIO DE LISBOA – (48) 98849-4499
CTRr da POLICLÍNICA SUL – (48) 99603-4203

 

Foto: Agência Brasil