23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Bombeiros

Fortes chuvas no RS deixam pelo menos 8 mortos e 21 desaparecidos

Imagem: Defesa Civil de Porto Alegre

Santa Catarina enviou forças-tarefas do Corpo de Bombeiros para apoiar os resgates

Os temporais que castigam o Rio Grande do Sul desde segunda-feira (29) já provocaram oito mortes, deixaram 11 pessoas feridas e outras 21 estão desaparecidas, segundo números atualizados da Defesa Civil do estado divulgados na manhã desta quarta-feira (1º).

Até o momento mais de 20 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas. No total, 103 municípios registraram ocorrências, cerca de mil pessoas estão desabrigadas e outras 1,1 mil desalojadas.

Em apoio ao Rio Grande do Sul o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina enviou sete células da Força Tarefa. Cada grupo é composto por quatro 4 militares. As equipes são compostas com especialistas em todas as áreas de salvamento, treinados para atuar em desastres. O principal foco será atuar na busca e resgate nas áreas de inundação e para a intervenção em áreas deslizadas.

Depois que o Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, solicitou apoio do Governo Federal a Força Aérea Brasileira (FAB) foi acionada. Os resgates com aeronaves já iniciaram na noite da última terça-feira (30), na região da cidade gaúcha de Santa Maria.

Segundo comunicado, a FAB enviou dois helicópteros H-60 Black Hawk, do Quinto Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (5°/8° GAV), baseado na Base Aérea de Santa Maria (BASM).

Em um dos resgates uma família ilhada foi socorrida em uma casa alagada e com risco de desabamento. As pessoas foram içadas e transportadas de helicóptero da região de Candelária até Santa Cruz. Durante a noite, e devido também as condições meteorológicas, os militares precisaram utilizar óculos de visão noturna.