23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Golpe do Tinder: assaltantes usavam app para encontrar vítimas na Grande Florianópolis

Quatro envolvidos no esquema criminoso foram presos em operação nesta terça

Quatro pessoas foram presas pela Polícia Civil de Santa Catarina nesta terça-feira (26) em uma investigação que apura um esquema de roubo de veículos e extorsão de vítimas, facilitado por meio de encontros marcados em um aplicativo de relacionamentos. A Operação Tinder, nome dado em alusão ao app, identificou alguns dos autores diretos e beneficiários do esquema criminoso.

Dez mandados de busca e apreensão e os mandados de prisão foram cumpridos pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos da DEIC nas cidades de Florianópolis e Palhoça, e também em Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul. A investigação continua com o objetivo de identificar os demais integrantes do grupo criminoso.

Esquema de encontros

A operação foi deflagrada após um roubo que ocorreu a partir da simulação de um encontro realizada pelo Tinder. Depois de manter um contato inicial, a vítima, um homem, combinou de ir a um local deserto para se encontrar com a autora do crime, próximo às obras do contorno viário em Palhoça. Lá, ele foi rendido por outros três indivíduos que estavam armados.

 

O homem foi colocado dentro de um carro, onde foi mantido sob poder dos assaltantes com ameaças. Eles obrigaram a vítima a fazer operações bancárias por meio do aplicativo do banco e uma maquininha de cartão, que pertencia a uma empresa de um dos envolvidos no crime.

Após a extorsão, a vítima foi abandonada no local e teve seu carro, celular e dinheiro em espécie roubados. Os assaltantes continuaram exigindo dinheiro para uma eventual devolução do veículo.

Segundo a Polícia Civil, o grupo é suspeito de cometer crimes com o mesmo modus operandi em pelo menos duas ocasiões na região da Grande Florianópolis.

 

Foto: Banco de Imagens