23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Governo anuncia investimento em saneamento no Alto Vale do Itajaí

Os anúncios foram feitos durante agenda do Programa Santa Catarina Levada a Sério + Perto de Você, na cidade de Rio do Sul

O governador Jorginho Mello anunciou nesta quinta-feira (29) mais de R$ 286 milhões em investimentos da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) no Alto Vale do Itajaí. Entre projetos e obras em andamento, serão R$174,1 milhões nos serviços de água em 26 cidades e R$112 milhões para os serviços de esgoto em quatro.

Os valores foram divulgados durante evento do Programa Santa Catarina Levada a Sério + Perto de Você, em conversa com os prefeitos da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (AMAVI).

“Foi um pedido meu assim que eu assumi o Governo do Estado, para melhorar a qualidade de água e esgotamento sanitário em todo o estado. Nessas visitas em todas as Associações dos Municípios, estamos levando os investimentos para cada região”, informa o governador Jorginho Mello.

Para a maior cidade da região, Rio do Sul, o Governo e a Casan projetam R$100 milhões para ampliação do sistema integrado responsável pelo abastecimento do município e também de Agronômica, Aurora, Laurentino, Lontras e Ibirama (bairro Serra de São Miguel). O pacote de investimentos inclui uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA), um Reservatório Pulmão e melhorias na captação de água bruta. Além disso, mais R$11,4 milhões serão destinados para novos reservatórios, sistemas de filtragem e melhorias operacionais.

A obra da nova ETA está em processo licitatório para contratação de empresa executora. Com conclusão estimada para 2025, terá vazão de 700 litros por segundo, ou 60 milhões de litros por dia. A estrutura vai substituir a ETA do Bairro Laranjeiras, construída na década de 1970. No lugar da antiga estação de tratamento, será implementado um Reservatório Pulmão com capacidade de 13 milhões de litros de água. O reforço dobra a capacidade de reserva atual de Rio do Sul e é estratégico para a segurança hídrica da região. A CASAN também planeja aumentar a captação no Rio Itajaí do Sul com uma nova adutora de água bruta.

Total de investimentos nos municípios da AMAVI:

  • AGROLÂNDIA – R$ 1,3 milhão em serviços de água;
  • AGRONÔMICA – R$ 900 mil em serviços de água;
  • ATALANTA – R$ 785 mil em serviços de água;
  • AURORA – R$ 1,5 milhões em serviços de água;
  • CHAPADÃO DO LAGEADO- R$ 735 mil em serviços de água;
  • DONA EMMA – R$ 2,4 milhões em serviços de água;
  • IBIRAMA – R$ 8,5 milhões em serviços de água e R$ 12 milhões em serviços de esgoto;
  • IMBUIA – R$ 3,2 milhões em serviços de água;
  • ITUPORANGA – R$ 6,6 milhões em serviços de água e R$ 18 milhões em serviços de esgoto;
  • JOSÉ BOITEUX – R$ 2,5 milhões em serviços de água;
  • LAURENTINO – R$ 4,3 milhões em serviços de água;
  • LONTRAS – R$ 585 mil em serviços de água;
  • MIRIM DOCE – R$ 2,3 milhões em serviços de água;
  • PETROL NDIA – R$ 2 milhões em serviços de água;
  • POUSO REDONDO – R$ 3,8 milhões em serviços de água;
  • PRESIDENTE NEREU – R$ 1,9 milhão em serviços de água;
  • RIO DO CAMPO – R$ 2 milhões em serviços de água;
  • RIO DO OESTE – R$ 2 milhões em serviços de água;
  • RIO DO SUL – R$ 111 milhões em serviços de água e R$59 milhões em serviços de esgoto;
  • SALETE – R$ 4 milhões em serviços de água;
  • SANTA TEREZINHA – R$ 1,5 milhão em serviços de água;
  • TAIÓ – R$ 5,3 milhões em serviços de água e R$ 23 milhões em serviços de esgoto;
  • TROMBUDO CENTRAL – R$ 1,4 milhão em serviços de água;
  • VIDAL RAMOS – R$ 800 mil em serviços de água;
  • VITOR MEIRELES – R$ 1,3 milhão em serviços de água;
  • WITMARSUM – R$ 800 mil em serviços de água.

Foto: Secom/Reprodução