23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Economia

Governo autoriza retomada da “raspadinha premiada” pela Caixa Econômica

Loterias Instantâneas Exclusivas (Lotex) deixaram de ser emitidas em 2016

O Governo Federal publicou nesta quinta-feira (28) uma portaria que autoriza a volta da venda da Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex), as populares “raspadinhas premiadas” pelas casas lotéricas da Caixa Econômica Federal. A medida foi divulgada pelo Ministério da Fazenda no Diário Oficial da União de hoje, e já está em vigor.

Os bilhetes serão comercializados de forma física e digital. A arrecadação obtida com a comercialização da Lotex será distribuída para as áreas de seguridade social (0,4%); Esporte (0,9%); Fundo Nacional de Cultura (0,9%); ntidades esportivas que cederem direitos de uso de marcas para apostas (1,5%); Fundo Nacional de Segurança Pública (13%); despesas de custo e manutenção (18,3%); e para o pagamento de prêmios e recolhimento de imposto de renda (65%).

O prazo da medida que prevê a veda das raspadinhas pela Caixa tem validade de dois anos. Durante este período, será aberta uma licitação para outras empresas venderem a raspadinha.

As “raspadinhas” foram criadas em 1990. Os apostadores podiam comprá-las em Lotéricas e raspar em um ou mais campos, e descobria na hora se ganhou ou não um prêmio em dinheiro. A modalidade de jogo foi suspensa em 2015, ano em que o Ministério da Fazenda criou a Lotex, que redefiniu os modelos do jogo, mas a sua emissão entrou no Plano Nacional de Desestatização e deixou de ser emitida em 2016.

 

Foto: Divulgação/CEF