14 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Guarda-vidas realizaram um salvamento a cada 15 minutos durante a temporada

Bombeiros encerram principal etapa da Operação Veraneio com a maior mobilização de tropas da história

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) encerrou nesse domingo (18) a etapa de temporada da Operação Veraneio, a maior da corporação, que teve como objetivo garantir a segurança dos banhistas no litoral catarinense durante a alta temporada do verão. No total, foram 3.272 pessoas salvas, uma média de um salvamento a cada 15 minutos.

O CBMSC explica que todas essas pessoas eram potenciais vítimas a ter algum grau de afogamento ou até mesmo risco de vida. Além dos salvamentos, foram realizadas mais de 10,5 milhões de ações de prevenção em todo o estado ao longo da temporada, com foco na prevenção e redução do número de mortes por afogamento.

As atividades do CBMSC envolveram a abordagem direta de banhista em areia e mar, recepção de excursões, ronda na areia da praia, entrega de pulseirinhas para as famílias que estão com crianças ou pessoas que necessitam dessa identificação, entre outros.

 

Lesões por água-viva e crianças perdidas

Na temporada 2023/24, os Bombeiros registraram um aumento de quase 75% nos atendimentos de lesões por água-viva no litoral catarinense. Ao todo, foram 41.482 assistências realizadas, o que significa que a cada 1 minuto e 8 segundos, uma pessoa foi atendida nos postos de guarda-vidas.

Nos casos de crianças perdidas, o crescimento foi de mais de 20%. Durante os 65 dias da Operação, 3.029 crianças se perderam nas praias e retornaram à companhia dos seus responsáveis graças ao trabalho dos guarda-vidas.

Pós-temporada

A etapa de pós-temporada da Operação Veraneio 2023/2024 iniciou nessa segunda-feira (19) e segue até o dia 31 de março. Neste período, os postos de guarda-vidas começam a ser gradativamente desativados, de acordo com a necessidade estudada previamente. O atendimento segue sendo realizado com 317 postos em balneários de 28 municípios. Em algumas cidades, por conta do fluxo de pessoas e turistas, o serviço é mantido durante todo o ano.

“A operação não acabou, seguimos até o dia 31 de março empenhados na prevenção e no salvamento e orientando que a população tenha senso de auto prevenção, respeite as sinalizações e orientações dos guarda-vidas”, ressalta Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, coronel Fabiano Bastos das Neves. “Nesta etapa há a avaliação constante por parte do comando de cada região para definir quando e em que locais os postos serão ativados. O fluxo médio de pessoas, se é final de semana ou feriado são fatores que contribuem para essa tomada de decisão”, explica o coronel.

Logística da Operação

Ainda que a operação apareça para o público com mais destaque somente na temporada de verão, no CBMSC ela é preparada durante todo o ano. Foram realizados treinamentos, cursos e recertificações dos guarda-vidas, sejam eles militares ou civis voluntários, para que todos estivessem atualizados e aptos para atuar na operação. Além, claro, da aquisição de equipamento e manutenções da frota, como novos quadriciclos e motos aquáticas.

A temporada 2023/2024, contou com a maior mobilização da tropa da história da corporação, com 149 guarda-vidas militares, uma média de 2 mil guarda-vidas civis voluntários e 262 alunos-soldados em estágio supervisionado. Todos atuaram na Operação. Além de cerca de 300 viaturas incluindo aviões, helicópteros, moto aquáticas, quadriciclos e embarcações foram empenhadas para essa operação.

 

Foto: CBMSC/Divulgação