16 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Guardas municipais são investigados por suposta tortura em Balneário Camboriú

Foto: PMBC/Arquivo

Vítima seria pessoa com deficiência intelectual

A Polícia Civil de Santa Catarina está investigando a suposta prática de tortura por parte de agendas da Guarda Municipal de Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, contra uma pessoa que possui deficiência intelectual. O crime teria ocorrido de 26 de janeiro deste ano,

A Delegacia de Balneário Camboriú deflagrou na tarde da segunda-feira (22) operação para cumprir três mandados de busca e apreensão nos endereços dos suspeitos e em seus armários na base da Guarda Municipal. Além dos mandados de busca e apreensão, o Poder Judiciário expediu medida cautelar para que os investigados não se aproximem da vítima ou de testemunhas.

 

Segundo relatado à Polícia Civil, a vítima foi abordada pelos agentes às  margens da Marginal Oeste da BR-101 e colocada dentro de uma viatura, onde teria sido severamente agredida. Em seguida, foi abandonada desacordada nas margens da rodovia, já no município de Itajaí. A vítima foi socorrida por uma equipe de resgate da concessionária Arteris Litoral Sul.

A investigação agora entra em sua fase final com análise do material apreendido e encaminhamento do inquérito policial ao Poder Judiciário e Ministério Público.