25 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Hemosc inicia produção de colírio de Soro Autólogo

Foto: Divulgação / SES

O colírio é desenvolvido a partir do sangue do paciente que irá usa-lo

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc), deu início ao processo de produção do Colírio de Soro Autólogo, um composto feito a partir do sangue do próprio paciente. Os primeiros frascos desse medicamento foram entregues ao paciente Thierry Gustavo da Maia, um jovem de 19 anos natural de Araquari.

De acordo com o diretor médico do Hemosc, Guilherme Genovez, esse colírio é indicado para o tratamento de doenças graves da superfície ocular, incluindo a doença do enxerto versus hospedeiro com manifestação ocular, síndrome de Stevens-Johnson, síndrome de Sjogrën, olho seco severo, entre outras condições clínicas.

 

Thierry Gustavo da Maia, o caçula de nove irmãos, foi diagnosticado aos três anos de idade com a síndrome de Stevens-Johnson, uma condição que resultou em danos oculares significativos. Segundo Sara Amaral de Oliveira, mãe de Thierry, as últimas lágrimas do filho foram aos três anos de idade. “Com uma visão melhor, Thierry poderá ter uma qualidade de vida aprimorada, o que pode possibilitar a realização de projetos, como concluir o ensino médio”, revela Sara.

O processo de produção do colírio envolve a coleta de sangue do paciente, realizada no início de abril, que no caso de Thierry foi em abril. As amostras são processadas para produzir um colírio estéril, que só é entregue ao paciente após a realização de testes rigorosos de controle de qualidade.

O Colírio de Soro Autólogo produzido pelo Hemosc é autorizado pela Vigilância Sanitária e segue requisitos de qualidade, como rastreabilidade e esterilidade. A partir da coleta de sangue, cerca de quatro frascos de 10 mL de colírio podem ser produzidos, proporcionando uma alternativa terapêutica inovadora e personalizada.

Produzido na sede do Hemosc em Florianópolis, o colírio é exclusivamente para uso pessoal e não pode ser compartilhado. Será disponibilizado aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado mediante prescrição médica. Os pacientes precisam ser encaminhados por oftalmologistas para agendamento no Hemosc, conforme disponibilidade da agenda.

A diretora-geral do Hemosc, Patrícia Carsten, enfatiza que o início da produção do Colírio de Soro Autólogo representa um marco importante para a instituição e para a saúde ocular em Santa Catarina. “Esta iniciativa é resultado do esforço conjunto da SES, FAHECE e HEMOSC, que agora disponibilizam mais um serviço especializado para a população catarinense”, celebra.

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde