23 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Hospital em Joinville tem leitos específicos para internação de pacientes com dengue

O Hospital São José, de Joinville, ativou um espaço exclusivo para internação de pacientes com dengue

Ao todo, são 12 leitos para acolhimento de pacientes classificados como C ou D. De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, esses casos são aqueles com mais gravidade ou risco de evolução para um quadro grave da doença. Por esse motivo, precisam de acompanhamento em hospitais ou Unidades de Pronto-atendimento.

“Esses pacientes que recebemos aqui no São José são aqueles que chamamos de casos referenciados. Ou seja, vieram através da regulação que é feita pelo Governo do Estado. Normalmente, o tempo médio de permanência dos pacientes aqui é de 48 horas. Eles recebem medicação para sintomas e também garantimos a hidratação adequada”, explica Arnoldo Boege Júnior, diretor-presidente do Hospital São José.

Uma equipe multiprofissional, com médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem recebeu treinamento específico para o atendimento de pacientes com dengue que sejam internados no São José.

 

Além dos 12 leitos disponíveis especificamente neste espaço, caso, outros pacientes sejam encaminhados, o Hospital está preparado para receber e garantir atendimento adequado.

A Prefeitura de Joinville implantou diversas estratégias para garantir atendimento aos pacientes diagnosticados com dengue. Além da área específica para internação, qualificação e orientação dos profissionais da Saúde, houve também a criação da Central de Atendimento da Dengue, para os casos com sintomas leves, e o Monitora Dengue, que faz o acompanhamento por telefone de pacientes positivos para a doença.

Os sintomas mais comuns são: febre alta; dor no corpo, nas articulações ou atrás dos olhos; mal-estar; falta de apetite; dor de cabeça; e manchas vermelhas no corpo. Nesses casos, os pacientes devem buscar atendimento em Unidades Básicas de Saúde da Família ou na Central de Atendimento da Dengue.

Pacientes que apresentam sintomas severos, como sangramento, dor aguda, desmaio ou confusão mental devem buscar atendimento imediato nas Unidades de Pronto-atendimento (UPAs).

Foto: Prefeitura de Joinville/Reprodução

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde

Saúde