26 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Educação

IFSC é finalista em Prêmio de Inovação Catarinense

Os primeiros, segundos e terceiros colocados em cada categoria receberão
R$ 15 mil, 10 mil e R$ 5 mil, além de troféus e certificados

Concorrendo em duas categorias, o IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina) é finalista na edição 2022 do Prêmio Inovação Catarinense — Professor Caspar Erich Stemmer. O resultado foi divulgado na última semana pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e o IFSC chega à fase final das categorias Instituições de Ciências e Tecnologias Inovadoras e Pesquisador Inovador.

Instituições de Ciências e Tecnologias Inovadoras

Pela categoria Instituições de Ciências e Tecnologias Inovadoras, o IFSC se destacou com o projeto de pesquisa do Campus São Lourenço do Oeste, intitulado “Ativação do Ecossistema de Inovação e Empreendedorismo de São Lourenço do Oeste e Região”. Desde 2020, o campus vem realizando ações de inovação e empreendedorismo na região noroeste de Santa Catarina, incluindo oficinas, cursos na área de robótica, visitas técnicas a centros de inovação e empresas de tecnologia, além de palestras sobre inovação.

“Foi uma alegria receber o resultado deste prêmio, porque a gente vem trabalhando já há dois anos com ações que buscam contribuir com o movimento de inovação e com a ativação do ecossistema de inovação e empreendedorismo da nossa região e entendemos que, como instituição de ensino, nosso papel é provocar e levar esse conhecimento e temas importantes para toda a comunidade”, destaca o diretor-geral do Câmpus São Lourenço do Oeste Daniel Fernando Carossi.

 

Pesquisador Inovador

Na categoria Pesquisador Inovador, o IFSC é representado pelo professor Tiago Savi Mondo, do Câmpus Florianópolis-Continente. Com uma destacada contribuição científica e de inovação, o professor Mondo desenvolveu o Tourqual, a primeira metodologia de gestão da qualidade criada cientificamente, a qual foi validada e registrada e é resultado de seu doutorado.

Servidor do IFSC desde 2011, o docente de 36 anos já teve 96 artigos completos publicados em periódicos indexados, além te der participado de diversos projetos de pesquisa e extensão. Entre os diversos prêmios da carreira de Tiago como pesquisador, o mais recente foi o primeiro lugar na etapa estadual do Prêmio Confap de Ciência, Tecnologia & Inovação – “Professora Odete Fátima Machado da Silveira 2022 – também na categoria Pesquisador Inovador no setor público.

“Ser selecionado e estar entre os três pesquisadores inovadores de Santa Catarina é uma honra e mostra que a dedicação e o trabalho que temos feito têm dado resultado prático”, destaca o pesquisador.

A premiação, organizada pela Fapesc em homenagem ao Professor Caspar Erich Stemmer, conta com 10 categorias e recebeu um recorde de 272 inscrições nesta edição. Serão distribuídos R$ 420 mil em prêmios. Os primeiros, segundos e terceiros colocados em cada categoria receberão R$ 15 mil, 10 mil e R$ 5 mil, além de troféus e certificados.

O objetivo do prêmio é reconhecer e incentivar iniciativas bem-sucedidas de gestão da Ciência, Tecnologia e Inovação que contribuam para o desenvolvimento dos ecossistemas de empreendedorismo inovador no estado.

Foto: IFSC / Divulgação

Educação

Educação

Educação

Educação

Educação

Educação