18 de abril de 2024
TV Barriga Verde
Economia Educação

IPCA-15: com impacto da educação, preços sobem 0,78% em fevereiro

Índice considerado a prévia da inflação do país acumula 4,49% na janela de 12 meses. Grupo Educação teve alta de 5,07% no mês

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado a prévia oficial da inflação no país, registrou um aumento de 0,78% em fevereiro, 0,47 ponto percentual (p.p.) maior que a de janeiro, quando variou 0,31%. A informação foi divulgada nesta terça-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado foi, em grande parte, influenciado pelo grupo Educação, com alta de 5,07% e impacto de 0,30 p.p. no índice geral. O grupo foi puxado pelos cursos regulares, que tiveram alta de 6,13%. O IPCA-15 desta terça-feira refere-se aos preços coletados no período de 16 de janeiro a 15 de fevereiro de 2024.

No ano, o índice acumula alta de 1,09% e nos últimos 12 meses, de 4,49%, acima dos 4,47% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em fevereiro de 2023, o IPCA-15 foi de 0,76%.

 

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito registraram alta em fevereiro. A maior variação (5,07%) e o maior impacto (0,30 p.p.) vieram do grupo Educação, seguido de Alimentação e bebidas, com alta de 0,97% e impacto de 0,20 p.p., e Saúde e cuidados pessoais (0,76% e 0,10p.p.).

A exceção ficou com o grupo Vestuário, que registrou queda em fevereiro, com variação de -0,39% e impacto de -0,02 p.p no índice geral.

Alta na Educação

Em Educação, a maior contribuição veio dos cursos regulares (6,13% e 0,27 p.p de impacto), por conta dos reajustes habitualmente praticados no início do ano letivo. As maiores variações vieram do ensino médio (8,58%), do ensino fundamental (8,23%), da pré-escola (8,14%) e da creche (5,91%). Curso técnico (6,01%), Ensino superior (3,74%) e pós-graduação (2,81%) também tiveram altas.

 

Fonte: Band.com.br

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Economia

Educação

Educação

Economia

Economia

Economia