21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Jorginho Mello e os primeiros nomes do alto escalão do futuro governo

O governador eleito Jorginho Mello (PL), deu início na manhã desta segunda-feira (05), na sede da Defesa Civil, em Florianópolis, a formação do secretariado para a gestão que se aproxima. O anúncio era esperado para a última quinta-feira (1º), mas foi adiada em razão dos sérios problemas causados pelas chuvas no Estado. Foram inicialmente 11 os nomes listados. Nenhuma surpresa. Alguns já vinham sido especulados e acabaram sendo confirmados, caso, por exemplo, o da lageana e deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania), que fora uma das primeiras a ter o nome ventilado. Jorginho, primeiro seguiu o rito da transição e aos poucos passou a estudar quem poderia convidar e nomear para os principais cargos do governo. Um estudo amplo sobre cada integrante, e que terão participação decisiva na condução e no esperado sucesso da nova gestão. Na próxima semana a lista de secretários aumenta, completando o primeiro escalão, formalmente definida por critérios técnicos, segundo o governador eleito. (Foto: Assessoria de Imprensa)

Escolha de nomes técnicos

A escolha de nomes ligados à tecnicidade tem sido utilizada pelos últimos governos. Foi assim com Carlos Moisés, e com observância maior na esfera federal, pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Jorginho Mello, ligado às bases conservadoras também adotou a formação técnica dos escolhidos, inclusive, sem problemas nos currículos, justamente para ter a certeza de que assim poderão contribuir da melhor forma possível para o seu governo.

Relação da primeira nominata de Secretários:

Administração: Moisés Diersmann

Agricultura e Pesca: Valdir Colatto

Articulação Nacional: Vânia Franco

Comandante-geral da Polícia Militar: Aurélio José Pelozato

Educação: Aristides Cimadon

Fazenda: Cleverson Sievert

Prevenção e Defesa Civil: Coronel Armando

Procurador-geral do Estado: Márcio Vicari

Saúde: Carmen Zanotto

Secretário-chefe da Casa Militar: tenente-coronel José Eduardo Vieira

Secretaria-geral de governo: Danieli Pinheiro Porporatti