29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

MDB oficializa participação no governo de Jorginho Mello

Ainda nesta última quarta-feira (16), qualquer incerteza na inclusão do MDB no governo de Jorginho Mello (PL), foi dissipada. Em reunião entre o governador e a cúpula do partido, na Casa da Agronômica, foi oficializado o nome do deputado estadual Jerry Comper (MDB) para a Secretaria de Infraestrutura. Selada assim mais uma etapa da construção de um governo de participação e com a proposta harmoniosa. Detalhes sobre quais as demais condições, ainda não foram reveladas. No entanto, está sacramentado o ajuste da função à segunda maior bancada da Alesc. A Secretaria é uma das mais importantes e sempre foi alvo de cobiça entre os partidos. O ex-prefeito de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), ocupará a cadeira deixada por Jerry Comper, na Alesc. Tudo em casa. (Foto: Ramiro Fernandes)

Prefeito de Lages e um secretário são liberados da prisão

Prefeito de Lages Antonio Ceron / Foto: Reprodução de vídeo

Uma nota oficial a respeito da soltura do prefeito de Lages, Antonio Ceron, que estava preso desde o dia 2 de fevereiro, em uma penitenciária de Itajaí, a partir do desenrolar da segunda etapa da Operação Mensageiro, e que apura irregularidades na contratação do serviço de coleta de lixo na cidade, estava sendo esperada. Nada. Mesmo sem a oficialização, o que se sabe é que o despacho da justiça atendeu ao fato de que a liberação ocorreu devido aos problemas de saúde e da idade do prefeito. No entanto, não poderá retornar ao exercício do cargo por seis meses, e ainda precisará ficar usando tornozeleira eletrônica. Sobre as razões e as condicionantes da soltura do ex-secretário de Águas e Saneamento (Semasa), Jurandi Agostini, pouco se sabe. Os demais, um diretor e outros dois secretários foram mantidos encarcerados.

Por outro lado

Vereador Jair Junior anuncia criação de CPI / Foto: reprodução

O que era para ser segredo de justiça está ganhando notoriedade. Alguns veículos de comunicação estão trazendo vazamento de informações, dando novos contornos aos fatos, apontando em detalhes, as supostas formas do escândalo do lixo. No caso de Lages, revelando que havia propinas mensais, e que, em tese, o Prefeito estaria recebendo nos últimos anos. E assim vai. Apontamentos como esse, revelam a gravidade dos acontecimentos e justificam as prisões preventivas. A cidade de Lages está em polvorosa. No início da semana, o processo de impeachment contra o prefeito não vingou. A situação derrubou a iniciativa por 9 votos a 6. No entanto, a oposição conseguiu uma sexta assinatura, é já elaborou requerimento para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar os contratos terceirizados da Semasa. Em suma, a cada dia, um fato novo agrega à nebulosa participação de gestores, não só em Lages, mas em todos os municípios envolvidos, a um processo que parece estar longe do fim.

Deputado mostra ceticismo ao plano de universidade gratuita

Deputado Fabiano da Luz (PT) / Foto: Rodolfo Espínola / Agência AL

Chamou atenção um pronunciamento do deputado Fabiano da Luz (PT) ao questionar na tribuna, o funcionamento do programa universidade gratuita. Segundo ele, a proposta tende a beneficiar apenas o sistema Acafe, e que levará à falência as universidades particulares. Eis uma questão que precisa ser mais bem esclarecida de parte do governador Jorginho Mello (PL). Fabiano citou o exemplo de uma universidade particular de Itapiranga e uma filantrópica, em São Miguel do Oeste. Sendo assim afirmou que, os alunos de São Miguel terão universidade gratuita e os de Itapiranga terão de pagar 100%. Observou que as instituições particulares vão quebrar, pois, os alunos vão querer trocar de universidade. O deputado demonstrou ceticismo sobre a capacidade do Orçamento bancar o programa para todos os estudantes. É de se pensar. São observações pertinentes, e que de certa forma precisam de novos esclarecimentos.

Presidente do PL Mulher

Júlia Zanatta e Michelle Bolsonaro / Foto: Assessoria

Michelle Bolsonaro é a nova presidente do ‘PL Mulher’. A deputada Júlia Zanatta (PL), representando o estado de Santa Catarina, participou nesta quarta-feira (15), da reunião que anunciou a ex-primeira-dama do Brasil, como nova presidente do “PL Mulher” — programa do Partido Liberal que visa engajar mais mulheres em candidaturas políticas.  A parlamentar catarinense também atua para fortalecer a participação feminina em cargos públicos, defendendo os valores da pátria e da família no Congresso Nacional.  “Para nós, é uma honra tê-la no Partido Liberal”, disse Zanatta.

Paulinha, a única mulher na Mesa Diretora da Alesc

Mesa Diretora da Alesc / Foto: Agência Alesc

As mulheres estão ganhando espaço e destaque. Vale o registro da deputada estadual Paulinha (Podemos), ao aparecer na foto da primeira reunião da Mesa Diretora da Alesc. Para ela é algo muito representativo para o protagonismo feminino. A deputada é a única parlamentar mulher a integrar a mesa diretora da 20ª Legislatura. Ela destacou ainda que carrega outra responsabilidade: como 1ª secretária da Mesa Diretora, irá seguir os passos de Antonieta de Barros, a última mulher que exerceu esse cargo, há exatos 86 anos.  “Mulher que me inspira a trabalhar cada vez mais pela presença feminina na política e na sociedade “, destacou afirmando que é por isso que segue trabalhando na política.

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas