23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

MDB tem como meta conquistar mais de 100 prefeituras

Encontro regional realizado em Lages no último sábado (2), mobilizou mais de 500 pessoas, visando se organizar para 2024 / Foto: divulgação da Assessoria.

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) de Santa Catarina tem uma meta ousada para o pleito de 2024, ou seja, conquistar mais de 100 prefeituras. Atualmente conta com 96. Para atingir o objetivo o Partido tem realizado encontros regionais pelo Estado, exatamente para mapear as pré-candidaturas e organizar a sigla. Os encontros acontecem nas cidades polos. Neste sábado (2), a vez de Lages, onde mais de 500 pessoas se reuniram na sede da Associação dos Aposentados e Pensionistas. Muita gente ficou de fora, pela falta de espaço. Por outro lado, o Partido tem mostrado que ainda mantém forte densidade política no Estado.

Encontros regionais

A cada encontro regional, a reunião de lideranças e simpatizantes têm fortalecido o projeto para 2024. Recentemente em Chapecó, reuniu mais de mil pessoas. No sábado, 2, em Lages, em mais um grande encontro, estiveram presentes o presidente da sigla em Santa Catarina, o deputado federal Carlos Chiodini, também o federal Valdir Cobalchini, e até mesmo o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Jerry Comper e o ex-governador Paulo Afonso, além de várias lideranças regionais como prefeitos e vereadores.

Candidatura própria

Ex-prefeito Elizeu Mattos / Foto: divulgação

Entre as definições neste encontro em Lages é de que MDB terá candidatura própria na cidade, e que será cabeça de chapa. Portanto, desde já, começa a trabalhar na construção de alianças. O nome forte é o do ex-prefeito Elizeu Mattos, que praticamente foi oficializado como pré-candidato. No entanto, ele prefere dizer que ainda é cedo, e que a definição do nome deverá ficar para mais adiante. Na verdade, ele já vem se comportando como possível candidato. Em Lages, o MDB não tem nenhum outro nome expressivo, além dele, para concorrer à Prefeitura.

Apoio a Curso de Medicina

Reitor da Unifacvest, Giovani Broering recebe a visita dos deputados / Foto: Paulo Chagas

Em todos os segmentos existe a participação política. Dentro da educação, há uma presença uniforme dos políticos, seja para o desenvolvimento de políticas públicas para o incremento da educação, seja para alicerçar e fortalecer projetos de interesses do Estado, na esfera federal. No sábado, (02) pela manhã, aproveitando que a cidade realiza um encontro regional do MDB, os deputados federais Carlos Chiodini e Valdir Cobalchini, tiveram oportunidade de conhecer as instalações de uma das maiores instituições privadas de Santa Catarina, a partir da apresentação de um completo audiovisual, e pelas explanações da atual estrutura e dos objetivos futuros, feitas pelo reitor Giovani Broering. Também conheceram o Projeto de Saúde e o futuro Curso de Medicina a ser instalado na Universidade quando ocorrer a Publicação da Portaria pelo MEC. Ambos assumiram o compromisso de atuar pela consolidação do Curso, na Serra.

Índice Legisla aponta dois deputados catarinenses entre os 48 melhores

Deputado Gilson Marques teve a melhor avaliação entre os catarinenses / Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O Índice Legisla Brasil é uma ferramenta que avalia a atuação dos 513 parlamentares, comparando o nível de produção de cada gabinete. Uma forma de os eleitores acompanharem de maneira didática e transparente o desempenho dos deputados que elegeram. Na divulgação da CNN Brasil, de Santa Catarina, Gilson Marques (Novo) e Júlia Zanatta (PL), aparecem no seleto grupo cinco estrelas, e estão entre os 48 mais bem avaliados. Os deputados recebem nota seguindo critérios como relevância dos projetos apresentados, presença em plenário, participação em comissões. Além disso, ganham nota também pelo alinhamento partidário, fiscalização e mobilização.

Comemoração e desabafo

Deputada Júlia Zanatta / Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

A deputada Júlia Zanatta (PL), nas redes sociais, comemorou a avaliação, e ao mesmo tempo desabafou. Segundo ela, o povo lhe colocou na Câmara justamente para ser uma voz ativa, representar os valores incansavelmente e combater todas as maldades da esquerda. E mais. Disse que é verdade que a atuação dela também faz ser alvo constante de ataques e calúnias, mas jamais baixará a cabeça, pois sabe que pode contar com o apoio de milhares de brasileiros patriotas. Concluiu o desabafo dizendo que apesar do desafio ser enorme e de incomodar muita gente poderosa, estará sempre pronta para o combate.

Índice Legisla

A metodologia Índice foi idealizada em 2022. A abordagem se baseia na criação de indicadores que mensurassem a atuação parlamentar, e foi desenvolvida com base nas responsabilidades constitucionais dos parlamentares, divididas em quatro eixos: produção legislativa, fiscalização, mobilização e alinhamento partidário. No total, esses eixos foram divididos em 16 indicadores, que representam os pilares essenciais de uma atuação legislativa efetiva.