16 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Mensagem Anual na Alesc: governador enaltece as realizações no primeiro ano

Em mensagem anual, governador destaca atuação da Alesc e fala sobre ações para 2024 / Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

A terça-feira (6) foi de grande movimentação na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Estava começando o novo ano no Legislativo. Conforme o artigo 71, inciso X, da Constituição Estadual, a leitura da Mensagem Anual do governador. Sendo assim, a Sessão Especial, conduzida pelo presidente da Casa, Mauro de Nadal, foi marcada pelo pronunciamento de Jorginho Mello, que falou sobre as realizações em 2023 e quais os planos para 2024, sem esquecer das pautas que irão tramitar na Alesc, de interesse do Governo.

Ano difícil

Foto: Rodolfo Espínola / Agência AL

Não tem como desconsiderar. O exercício do Governo do Estado em 2023 andou de acordo com as necessidades, e a ações desenvolvidas dentro do possível. Jorginho Mello, ao lembrar que encontrou um déficit de R$ 2,8 bi ao assumir, e ainda ter o Estado assolado pelas chuvas, pôs-se a trabalhar, a começar pelas rodovias estaduais. Grande parte delas já estavam em péssimo estado, e pioraram ainda mais com as enchentes. É verdade. E, justamente quanto já estava efetivando o programa Estrada Boa. Mesmo assim, avançou, e hoje as estradas seguem sendo revitalizadas.

Ações em todas as áreas

No campo da saúde, o desafio era o de diminuir substancialmente a fila de espera pelas cirurgias eletivas. Fechou 2023 com cerca de 200 mil realizadas. Um feito notável, sem dúvida. Uma ação que se tornou possível com a parceria financeira da Alesc, do Judiciário, do Ministério Público (MPSC), da Bancada Federal e do Tribunal de Contas. Juntos com o Governo, possibilitaram o início do mutirão de cirurgias, juntos, reuniram R$ 80 milhões. Já na educação, o avanço se deu com a implantação do programa Universidade Gratuita e a garantia da manutenção das escolas cívico-militares, além do reforço na segurança das escolas.

Esforço compartilhado

O Governador fez bem em compartilhar as conquistas do Executivo. A Assembleia Legislativa foi elemento chave no desdobramento dos projetos. O ano de 2024 está apenas começando, e novos desafios irão merecer a atenção dos deputados, em vários temas de interesse do Estado. Será um ano diferente. Vem aí as eleições municipais, com objetivos a parte, e que vão influenciar no comportamento de deputados e do Executivo. A expectativa é de que as eleições não influenciem diretamente na condução das necessidades do Estado, que vai precisar seguir funcionando, independente do que vir a ocorrer no âmbito eleitoral dos municípios.

Independência

Foto: Vicente Schmitt / Agência AL

Coerente, o presidente da Alesc, Mauro de Nadal salientou o trabalho independente dos poderes, em parceria, pensando na população. É por aí. A sintonia e a harmonia foram apregoadas lá atrás, bem no começo dos trabalhos em 2023, e assim se deu no decorrer do ano. Virão agora novos debates e que vão precisar da mobilização de todos. Há muitas propostas a serem analisadas, resquícios de 2023, e que agora vão precisar de complementos. Nadal deu destaque à segurança nas escolas. Fez bem. O assunto dever seguir sendo debatido, sem esmorecimento. Salientou a necessidade de que o tema seja levado ao debate com os municípios. Resumidamente, não há também queixas sobre a atuação da Assembleia Legislativa, aliás, de nenhum dos poderes. A harmonia realmente prevaleceu até agora.