23 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Ocorrência

Morre Paulo Konder Bornhausen, importante figura da política catarinense

Natural do Rio, exerceu a advocacia em Joinville e foi presidente da Alesc e vice-governador de Santa Catarina

Morreu nesta sexta-feira (22) em Florianópolis o advogado e político Paulo Konder Bornhausen, aos 94 anos. A causa da morte não foi divulgada. Paulo ingressou na política em 1954, quando elegeu-se deputado estadual. Dois anos depois, assumiu a presidência da Assembleia Legislativa e, como presidente, assumiu como vice-governador do Estado até a eleição de Heriberto Hülse.

Paulo Konder Bornhausen era filho de Marieta Konder e Irineu Bornhausen, e irmão de Jorge Bornhausen, ambos ex-governadores de Santa Catarina. Natural do Rio de Janeiro, graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), passando a exercer a advocacia no Rio.

Em 1953 começou a trabalhar com escritório próprio de advocacia em Joinville, e ao longo de sua trajetória ocupou vários cargos de destaque em instituições nacionais, entre eles, vice-presidente do 1º Congresso de Assembleias Legislativas, realizado em São Paulo, em 1956.

 

Em nota, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina manifestou pesar pelo falecimento deste importante nome para a história do estado. “Paulo Konder Bornhausen teve importante participação para o desenvolvimento do nosso Estado e deixa um legado importante, que continuará inspirando muitas gerações. À família, manifestamos os nossos mais sinceros sentimentos”, destacou o presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB).

Nas redes sociais, o governador Jorginho Mello decretou sete dias de luto oficial no estado. “Sua contribuição para nosso Estado foi imensurável, deixando um legado de grande valor. Expresso meus sinceros sentimentos à sua família, rogando para que encontrem conforto neste momento difícil. E que Deus o acolha de braços abertos”, publicou.

 

Foto: Agência AL