29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Paulo Chagas

Na última hora, Congresso mantém MP dos Ministérios

Difícil entender o comportamento e a falta de articulação do Governo Federal, ao deixar para o último dia a votação da Medida Provisória 1.154/2023, que reestrutura os ministérios. Uma desorganização quase que completa de parte do Poder Executivo. A aprovação se deu praticamente no apagar das luzes e no “final do segundo tempo”. No entanto, mesmo assim, a mobilização do Congresso resolveu o problema. Caso não fosse votado, seria uma grande derrota; um vexame sem precedentes para o atual Governo. Sendo assim, no último dia de vigência da MP, deputados e senadores finalizaram a votação na noite de quarta-feira,31.  A MP 1.154/2023 mantém as 37 pastas criadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na proposição original, mas muda atribuições de algumas delas. O próprio líder do Governo e relator no Senado da MP, o senador Jaques Wagner (PT-BA), lamentou que a matéria tenha chegado ao Plenário no último dia de vigência. Vale dizer, que o processo foi concretizado também sob o efeito de barganhas com a liberação de emendas. Quase caducou. Foi por pouco. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Marcante presença do governador na abertura da Festa do Pinhão

Foto: Roberto Zacarias / Secom

Num palco repleto de autoridades políticas, e nem arrisco dizer o número, foi aberta oficialmente na noite desta quinta-feira (1), a 33ª Festa Nacional do Pinhão, em Lages, considerada um dos maiores eventos regionais de Santa Catarina. A presença do governador Jorginho Mello (PL), se tornou marcante, porque quebrou uma sequência de muitos anos de ausência dos gestores, no ato de abertura. Foi a primeira aparição do atual governador, em Lages, mediante a um grande público. Muita gente esteve presente no espaço denominado Aracy Paim, no centro da cidade. Neste ano, a Festa do Pinhão completa 50 anos, e a solenidade deu a largada para os 10 dias de festa, no Parque Conta Dinheiro. Os portões abrem justamente nesta sexta-feira (2). A Festa conta com extensa programação, e recebe milhares de turistas de Santa Catarina e de outros estados do país, aquece a economia, e promove as tradições e os costumes locais.

Fortalecimento do turismo

Foto: Ary Barbosa

A presença de Jorginho Mello e do secretário de Estado de Turismo, Evandro Neiva, além de vários deputados, entre eles o presidente da Alesc, Mauro De Nadal, ratifica o discurso de valorização aos eventos, e ao turismo catarinense. Jorginho, ao falar, se referiu ao fortalecimento não somente da Festa do Pinhão, mas de tantos outros eventos espalhados pelo Estado. Para tanto, afirmou estar criando políticas públicas e novos investimentos para estimular o setor no Estado. Politicamente, ao prestigiar a abertura da Festa, o Governador inicia bem o Governo, perante aos olhos dos serranos.

Pronunciamento sob vaias dos professores

Foto: Fabrício Magaldi

A abertura oficial da Festa do Pinhão na noite desta quinta-feira (1), foi também marcada por protestos dos professores municipais que exigem o pagamento do piso nacional do magistério. O prefeito em exercício, Juliano Polese, quase não conseguiu fazer o seu pronunciamento, em razão das vaias. Os professores carregavam faixas e cartazes, em protesto, quebrando o ritual sempre tranquilo da abertura do evento. Por outro lado, profissionais de Lages elogiaram muito o comportamento da vice-governadora Marilisa Boehm, passeou por alguns pontos da cidade naturalmente. O Mercado Público Municipal foi um dos lugares visitados, onde se encontrou com jornalistas e tirou fotos. Esteve também no gabinete do prefeito Juliano Polese, para um encontro político informal.

Em ato anterior ao da Festa

Foto: Roberto Zacarias / Secom

O governador Jorginho Mello, a vice-governadora Marilisa Boehm e a secretária de Saúde, Carmen Zanotto participaram da inauguração da nova policlínica do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amures). A nova estrutura contou investimentos de R$ 1,6 milhão do Governo do Estado. A nova sede vai oferecer a ampliação de acesso aos serviços médicos de alta e média complexidade por meio de consultas, exames e cirurgias pelo consórcio. Além das consultas e exames com especialistas, a nova estrutura implantará atendimentos como fonoaudiologia, fisioterapia, psicologia, terapeuta ocupacional, nutricionista, telemedicina e toda parte de terapias. E também terá mais acessibilidade a todos os consultórios e salas de exames. Assim como mais espaço para estacionamento e área exclusiva para embarque e desembarque de pacientes.

Encontro com prefeitos do Alto Uruguai

Foto: Roberto Zacarias / Secom

Mais cedo, nesta quinta-feira (1), Jorginho Mello esteve em Concórdia, onde se encontro com 14 prefeitos da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense (Amauc). Como tem feito, conversou individualmente com todos, e poder entender quais são as principais demandas. A iniciativa faz parte do programa Santa Catarina Levada a Sério + Perto de Você, que já passou por outras cinco associações. Na próxima sexta-feira (9), será a vez do encontro com os prefeitos da Serra, da Região da Amures.

Reunião do Comseg Escolar

Encontro do Comseg Escolar foi realizado em Lages, na tarde desta quinta-feira (1º) / Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

É de grande importância o trabalho que a Alesc vem realizado regionalmente, através do Comitê de Operações Integradas de Segurança Escolar (Comseg Escolar). Na tarde desta quinta-feira (1), num evento coordenado pelo presidente da Assembleia, Mauro De Nadal, foi a vez de ouvir a comunidade da região serrana, durante encontro no auditório da Associação Empresarial de Lages (Acil). Muita gente compareceu, para ver de perto o que está sendo feito para o enfrentamento da violência nas escolas catarinenses.  O evento integra um ciclo de audiências públicas nas macrorregiões do estado para a elaboração de um projeto na Assembleia Legislativa que aprimore a segurança no ambiente escolar. Nesta sexta-feira (2), a audiência será em Chapecó, a partir das 19 horas. Em Lages, a maior parte dos participantes reivindicou a melhoria das condições estruturais das unidades de ensino, a contratação de psicólogos e assistentes sociais e a construção de uma cultura de paz.

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas

Paulo Chagas