13 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Ocorrência

Número de mortos após terremoto pode passar de 20 mil

Após um terremoto atingir a Turquia e a Síria, na manhã da última segunda-feira (6), de magnitude 7,8 na escala Richter, muitas pessoas morreram soterradas e outras continuam desaparecidas. Na fase de resgates, a ajuda internacional encontra dificuldades de trabalhar em território de conflito sírio.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), já foram confirmadas mais de 20 mil vítimas atingidas pelo terremoto. A Defesa Civil turca já contabilizou 3.419 mortos. Na Síria, são 1.602 vítimas já confirmadas. As temperaturas negativas, chuva e neve dificultam os esforços para resgatar milhares de pessoas que se estima estarem ainda debaixo de escombros.

“Existe um potencial contínuo para abalos adicionais e muitas vezes vemos números oito vezes superiores aos números iniciais”, disse à AFP Catherine Smallwood, responsável de situações de emergência da OMS na Europa, numa altura em que os balanços provisórios apontavam para 2600 mortos. “O número de pessoas mortas e feridas vai aumentar bastante na próxima semana.”

O governo turco disse que mais de 70 países ofereceram enviar equipes para auxiliar nas buscas e no resgate de vítimas. A entrada de ajuda humanitária na síria já encontra barreiras, pois o país vive um conflito, que já dura 11 anos.

 

A guerra civil entre o governo sírio e os rebeldes, o local mais atingido pelo terremoto, é onde os rebeldes tem mais controle, o que dificulta que o governo consiga realizar a entrada da ajuda internacional, e afirmar que mantém a segurança de todos.

Foto: Twitter/Reprodução