23 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Economia

O ovo está muito caro? Entenda por que os preços subiram

Custo de produção mais alto, menos ovos no mercado e alta nas exportações
podem explicar a alta nos preços do ovo em 2023

O ovo de galinha está caro demais para o bolso do brasileiro. Segundo uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o ovo subiu 22,93% em 12 meses, até junho deste ano. O índice de alta é maior que a própria inflação, apontou o instituto. Mas, você sabe por que o ovos está mais caro no Brasil?

O principal motivo da alta do preço do ovo está no campo: a alta dos custos de produção. O ovo, para ser produzido precisa de uma galinha bem alimentada e a ração está cara. A ração representa até 70% do custo de produção de ovos: o produto acompanha os preços do farelo de soja, do milho, energia e custos logísticos, como o diesel, para ser produzida.

Juntos, estes custos aumentaram em mais de 60% o preço das rações para aves. Com isso, os produtores de ovos optaram por reduzir o número de galinhas que mantém nas granjas e a produção, caiu. Com menos ovos, o preço também sobe.

 

Outro motivo que pode estar impactando o preço dos ovos é a alta nas exportações brasileiras de ovos. Somente no primeiro semestre deste ano, as vendas externas de ovos aumentaram 150% em relação ao ano passado, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Foram 16,6 mil toneladas de ovos exportadas entre janeiro e junho. No ano passado, no mesmo período, foram 6,6 mil toneladas.

O economista Izaías de Carvalho Borges explica, também que o mercado internacional de ovos está vivenciando uma crise por conta da gripe aviária que atingiu as produções na Ásia, Europa e Estados Unidos, por isso, o produto tem sido atrativo para exportações. No Brasil, os casos da doença não influenciam o comércio internacional de produtos avícolas, já que os casos da doença foram notificados apenas em aves silvestres (67) e em duas aves domésticas.

Ricardo Santin, presidente da ABPA, afirmou, porém, que as exportações não impactam a oferta de ovos no mercado interno, já que este volume representa menos de 1% da produção, mas foi o melhor desempenho do setor nos últimos 10 anos e as empresas de ovos estão de olho nas vendas externas.

Preço do ovo vai baixar?

Economistas apontam que o preço do ovo não deve ter tanta variação em 2023, mas podem cair um pouco a partir de 2024. Isso também tem explicação no campo: a safra de soja brasileira atingiu recordes de produção, bem como a safra de milho deve ser a maior já registrada. Com uma produção maior, a tendência é que os preços destes dois produtos caiam. No entanto, como são commodities, os preços ainda dependem do desempenho das safras norte-americana.

Mas, conforme estatísticas do Instituto de Economia Agrícola (IEA) os custos de produção de uma caixa de ovo branco já caiu no Brasil, chegando a R$ 68,80 em junho. A queda é de 5,4% no mês e até 35,6% na comparação com junho do ano passado. Esse valor é o mesmo do início da pandemia, em março de 2020.

Entre janeiro e maio deste ano, o custo de produção de ovos no Brasil atingiu R$ 92,66 por caixa e, nos últimos 12 meses, o custo de produção alcançou R$ 98,84.

Fonte: Band
Foto: Freepik / Reprodução