25 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Segurança

Operação Átria resulta em mais de 500 detenções relacionadas a violência doméstica

Foto: Divulgação/ Polícia Militar

A medida busca ações para garantir a proteção da mulher

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) concluiu os dados referentes à Operação Átria, iniciada em março deste ano, com um total de 4.895 vítimas atendidas devido à violência doméstica. A ação tem como principal objetivo desenvolver medidas voltadas para a proteção da mulher.

Durante o período da operação, foram registrados 2.365 boletins de ocorrência, e a PMSC resgatou 87 vítimas. Também foram solicitadas 967 medidas protetivas de urgência e formalizou 9 infrações. O conjunto de ações foi realizado por meio do atendimento de emergências, da intensificação de visitas preventivas às vítimas registradas no Programa Rede Catarina, bem como do registro e atendimento de novos casos de violência contra mulheres.

 

Durante a operação, foram promovidas 165 ações de panfletagem e orientação, alcançando um total de 11.365 pessoas, além de 268 palestras realizadas em todo o Estado, com 19.510 pessoas participantes.

No que diz respeito às prisões, foram efetuadas 485 detenções em flagrante delito, além da apreensão de cinco menores de idade. Por mandado de prisão civil, a PMSC prendeu 15 pessoas, e, por prisão preventiva, dez pessoas. Além disso, 203 suspeitos foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil, e três indivíduos foram presos com mandado de prisão temporária.

A Operação Átria é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, com o apoio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, do Conselho Nacional de Justiça, do Conselho Nacional do Ministério Público e da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), com apoio e execução pela Polícia Militar de Santa Catarina.

Para denunciar casos de violência contra a mulher, estão disponíveis os canais 180, que atende todo o território nacional, e os números de telefone 197, da Polícia Civil, e 190, da Polícia Militar, que atendem 24 horas por dia. Além disso, é possível realizar denúncias por meio do aplicativo Direitos Humanos Brasil e na página da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC), que oferece atendimento por chat e em Libras.

Segurança

Segurança

Segurança

Segurança

Segurança

Segurança