14 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Operação combate golpe do “falso parente”

Diversas vítimas catarinenses foram identificadas. Imagem: PCSC

Criminosos utilizavam o aplicativo WhatsApp nos crimes

A operação “Novo Número” foi realizada pela Polícia Civil de Santa Catarina, na manhã desta quinta-feira (20) e contou com apoio das polícias civis de Goiás e São Paulo. Foram cumpridos vinte mandados de busca e apreensão, seis em Goiânia, em Aparecida de Goiânia, dois em Anápolis e 11 na cidade de Diadema, na região metropolitana de SP. O objetivo foi desarticular uma quadrilha que aplicava golpes se passando pela filha das vítimas solicitando valores.

Segundo a Delegacia de Defraudações da DEIC, os criminosos realizavam contato com as vítimas, de diversos Estados brasileiros, e se passavam por familiares solicitando a transferência bancária devido alguma situação falsa.

Esta é a sexta fase da operação e busca identificar os autores dos contatos e os responsáveis pelas aberturas das contas bancárias onde eram recebidos os valores transferidos pelas vítimas. Os acusados respondem pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Na casa de um dos envolvidos, em Goiânia, foi apreendido um notebook com cadastros de potenciais vítimas catarinenses, telefones celulares, diversos chips de telefones já usados e outros ainda no envelope lacrado. Também foi recolhida a quantia de R$ 15.700,00 em dinheiro.
Atuaram na ação 120 policiais civis dos três estados.

Material apreendido na casa de um dos envolvidos. Imagem: PCSC.