14 de julho de 2024
TVBV ONLINE
Policial

Organização criminosa que atuava em presídios é alvo de 93 mandados em Operação

Atualizada às 12:15 | Fotos: PCSC/Divulgação

Alvos eram ligados a atividades de tráfico de drogas em diversas cidades catarinenses

Uma organização criminosa envolvida em tráfico de drogas e na associação para o tráfico com integrantes descobertos em diversas cidades de Santa Catarina foram alvos de 93 mandados judiciais na manhã desta terça-feira (9).

A “Operação Anjo Negro”, deflagrada pela Polícia Civil por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Campos Novos, busca desarticular essa organização com atuação dentro e fora da penitenciária de Chapecó, no Oeste do estado. Segundo o Delegado Adriano Almeida, 44 pessoas foram presas até a última atualização.

 

Ao todo, são 49 mandados de prisão e 44 de busca e apreensão contra alvos nas cidades de Campos Novos, Brunópolis, Brusque, Chapecó, Celso Ramos, Rio do Sul e Araquari. Até o momento, os policiais conseguiram obter R$ 15 mil em espécie, uma motocicleta subtraída, duas armas de fogo e porções de maconha, ecstasy, cocaína e crack, além de balanças de precisão.

As investigações que culminaram na “Operação Anjo Negro” tiveram início em novembro de 2022. Durante esse período, a Polícia Civil desvendou uma complexa rede de indivíduos ligados às atividades de tráfico. A coordenação da logística dos entorpecentes partia de uma liderança do grupo que cumpre pena na penitenciária de Chapecó.

As informações eram repassadas a traficantes menores utilizando celulares. Ao longo das investigações, diversos outros membros dessa organização, responsáveis pela distribuição das drogas, foram presos.

“Era tudo muito bem organizado. A liderança, mesmo reclusa, emanava as ordens para quem estava do lado de fora. Diversos aliados já haviam sido presos durante as investigações e na operação de hoje conseguimos desmantelar a organização criminosa por completo”, explica o delegado Adriano Almeida.

A operação mobiliza aproximadamente 200 Policiais Civis de diversas unidades do Estado, contando ainda com o apoio do Serviço Aeropolicial (SAER) e do Núcleo de Operações com Cães (NOC), ambos da Polícia Civil.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão