20 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Saúde

Pacientes de fibromialgia podem ser reconhecidos como PCDs com aprovação de lei

Foto: Banco de imagens/Reprodução

Legislação passou pela Alesc e será analisada pelo governador Jorginho Mello

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou nessa quarta-feira (15) o Projeto de Lei (PL) 68/2023, que passa a tratar a fibromialgia como uma deficiência prevista na legislação catarinense. A proposta, de autoria do deputado Maurício Peixer (PL), segue agora para análise do governador Jorginho Mello antes de ser aprovada.

Na prática, o texto aprovado no plenário altera a Lei Estadual 17.292/2017, que consolida os direitos das pessoas com deficiência (PCDs), para incluir os pacientes de fibromialgia, o que permite que o Estado institua uma carteira de identificação e garanta atendimento prioritário em saúde para a pessoa com essa doença.

 

A fibromialgia é uma doença crônica relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central e que tem como principal característica as dores intensas por todo o corpo, que causam transtornos e limitações aos pacientes. Ela não tem cura.

A fibromialgia afeta cerca de 3% dos brasileiros, isso quer dizer que cerca de 6 milhões de pessoas em todo o Brasil têm esse diagnóstico ou podem tê-lo algum dia. A cada 10 diagnósticos, nove são de mulheres.

> Siga nosso canal no WhatsApp e receba as notícias do TVBVonline em primeira mão

Pacientes de fibromialgia já são reconhecidos como pessoas com deficiência em 13 estados brasileiros, entre Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Mato Grosso e Minas Gerais.