21 de junho de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Paralisação no transporte coletivo da Grande Florianópolis pode iniciar nesta semana

Foto: PMF/Divulgação

Uma nova audiência pública está marcada para esta terça-feira (21)

O transporte coletivo da Grande Florianópolis enfrenta a possibilidade de uma paralisação total a partir desta terça-feira (21). Os trabalhadores do setor estão em estado de greve desde a última quinta-feira (16), o que significa que, conforme a legislação, a paralisação pode ser iniciada a qualquer momento após o período de 72 horas de aviso formal ao poder público e às empresas envolvidas.

O secretário de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano e Rodoviário, Turismo, Fretamento e Escolar de Passageiros (Sintraturb) da Grande Florianópolis, Deonisio Linder, destacou que a remoção dos cobradores de ônibus durante a pandemia sobrecarregou os motoristas, aumentando a necessidade de melhorias nas condições de trabalho. Esta questão é uma das várias razões pelas quais a categoria decidiu pela greve após rejeitar a proposta apresentada pelo setor patronal e autoridades públicas na assembleia realizada na quinta-feira (16).

 

Entre as reivindicações dos trabalhadores estão o reajuste do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 3,49% para este ano, a compensação de 4,83% referente às perdas salariais durante a pandemia, e um aumento real de 5% nos salários. Uma nova audiência pública está agendada para esta terça-feira (21) às 13h30. Segundo Deonisio Linder, se não houver um acordo durante esta audiência, a paralisação poderá ser iniciada.