29 de maio de 2024
TVBV ONLINE
Cotidiano

Parque Astronômico de Criciúma realiza caçada ao “Cometa Verde”

Durante essa semana, uma caçada ao ‘Cometa Verde’ será proporcionada aos visitantes que passarem pelo Parque Astronômico Municipal Albert Einstein E=mc2, em Criciúma.

O evento será totalmente gratuito, e as práticas de observação nos telescópios do parque ocorrerão de quinta-feira (9) a domingo (12), sempre a partir das 20h. Os visitantes serão recepcionados em uma palestra chamada “Cometas, os viajantes congelados do espaço” e, logo em seguida, serão direcionados aos telescópios para dar início a caçada do astro.

O responsável tanto pela palestra quanto pela orientação nas práticas de observações no parque será o geólogo do município, Maurício Fenilli de Menezes. Conforme Fenilli, o evento é intitulado de ‘caçada’ porque não é garantido que o cometa poderá ser visto. “O evento também poderá ser alterado devido a práticas meteorológicas, seja pela nebulosidade ou até mesmo pela chuva”, reforçou.

De acordo com o geólogo, o Cometa Verde com denominação oficial de C/2022 E3 (ZTF) é de longo período, e sua coloração é verde devido a composição de carbono em sua estrutura. Além disso, a última aparição do cometa próximo a Terra ocorreu há 50 mil anos.

 

Os cometas podem ser caracterizados como fragmentos congelados do espaço e que estão passando pelo Sistema Solar. Então, se conseguirmos observá-lo será uma grande oportunidade nos estudos astronômicos para todos que estiverem participando da nossa caçada”, destacou Fenilli.

Práticas de observação nos telescópios

O Parque Astronômico de Criciúma funciona todos os dias das 9h às 21h. O parque está localizado no Morro Cechinel, e suas práticas de observação nos telescópicos ocorrem de quinta-feira a domingo, das 20h às 21h. O local também conta com sessões guiadas no parque e em seu planetário digital que ocorrem de quinta-feira a domingo as 15h, 17h e 19h. O ingresso para participar das sessões no planetário custa R$ 10,00 por pessoa que será vendido no local.

Porém, crianças menores de seis anos, idosos e grupos de professores e alunos de escolas públicas municipais, estaduais e de creches não pagam. Já os professores e estudantes de escolas particulares de Criciúma, de escolas públicas e particulares de outros municípios e os universitários que desejam participar das sessões tem direito a meia entrada.

Foto: Prefeitura de Criciúma/Reprodução

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano

Cotidiano